Indignação coletiva

Publicação: 2020-10-28 00:00:00
Rosalie Arruda 
rosaliearruda@uol.com.br

A governadora Fátima Bezerra precisa cobrar da Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa - DHPP uma solução urgente para o bárbaro crime cometido contra um adolescente de 16 anos, morto por apedrejamento, por motivo torpe, -  com suspeita de crime por homofobia - às margens da BR 101, na altura do município de São José do Mipibu. 

Não se pode tolerar que crimes cometidos na idade média estejam sendo praticados nas barbas da sociedade e fiquem impunes.  O assassino precisa ser preso, julgado e possivelmente condenado para o bem da sociedade. 
Adeus SUS!! 
O Governo Bolsonaro está dando os primeiros passos para a privatização total da Saúde no Brasil.   Decreto publicado no DOU de 27 de outubro, incluiu a política de fomento no setor de atenção primária à saúde, no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República – PPI. 

Isso significa a presença da iniciativa privada na construção, modernização e operação de Unidades Básicas de Saúde.   O gerenciamento das UB's poderá ser feito por um ente privado. 

Consignados no Parlamento 
A Assembleia Legislativa assinou convênio com a Caixa Econômica Federal para a concessão de empréstimo aos servidores do parlamento, mediante pagamento via desconto em folha. O valor máximo dos juros incidentes nas parcelas não foi informado.

Popularidade 
Se serve de consolo para os petistas, o candidato Senador Jean cresceu 3 pontos percentuais em relação à primeira sondagem do Ibope/InterTv na atual campanha, divulgada em 06 de outubro, quando aparecia com 2%.   A pesquisa ouviu 602 eleitores na capital potiguar entre os dias 24 e 26 de outubro.

No futebol 
A Covid-19 chegou ao futebol com toda a força. Esta semana pegou o presidente da Fifa, o italiano Gianni Infantino testou positivo. Vai ficar 10 dias isolado. 

Pós-Covid?
Abertas as portas no Rio Grande do Norte. Quase tudo novamente permitido desde que se use máscara e mantenha a distância. A Covid-19 ainda circula entre nós.

Soltura
O Centro de Reabilitação de Fauna Marinha (PCCB-UERN), em Areia Branca (RN), registra mais uma história de sucesso na devolução ao mar de uma tartaruga da espécie cabeçuda (Caretta caretta), encalhada no início de outubro, na praia de Titanzinho, Fortaleza/CE. O animal foi submetido a procedimento cirúrgico e, recuperada, foi solta em ambiente natural. 

Morte óbvia 
Profissionais de enfermagem agora podem atestar morte óbvia. Uma resolução do Conselho Federal de Enfermagem normatiza a prerrogativa em serviços públicos e privados de atendimento pré-hospitalar móvel, a partir da realização da avaliação inicial e exame físico.

O profissional poderá descrevê-los para a Central de Regulação das Urgências.

Queda feia 
A governadora Fátima Bezerra vai comer um dobrado para reverter a tendência de queda na sua popularidade. Nem mesmo o pagamento do funcionalismo em dia e a ausência de escândalos na administração conseguem manter os índices da gestora em níveis confortáveis. Assim mostrou a pesquisa Ibope/InterTV ao apontar queda no quesito ótimo e bom de 26% para 23%. O preocupante para o governo é o percentual de ruim e péssimo que foi de 40 a 43 pontos.

Comunicação 
A equipe de Comunicação do governo vai apostar suas fichas na publicidade governamental que ainda não foi usada na atual gestão para reverter o quadro, mostrando os feitos do governo.  

Haja amor!!!
A candidata a vereadora Glácia Marillac (Podemos-RN) está criando uma versão potiguar de São Francisco de Assis.   A jornalista abraçou como meta de campanha difundir o amor. Acompanhada de artistas, sai às ruas da cidade levando a mensagem: “Onde houver ódio que haja amor”.

Ficha Suja 
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) frustrou a vereadora mossoroense Maria Izabel de Araújo Montenegro, conhecida como Izabel da Caixa, presidente da Câmara de Vereadores da cidade, ao negar seu pedido de candidatura à reeleição. A candidata está inelegível nos termos da Lei da Ficha Limpa.

Entregue às moscas 
O incêndio no Hospital Federal de Bonsucesso no RJ expõe as veias abertas da cidade, abandonada à própria sorte por sucessivas gestões de irresponsáveis e entregue às milícias que atuam ao arrepio da lei. Ainda dizem que o RN é sem sorte!  









Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.