Inflação da inanição

Publicação: 2019-11-08 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

 Com mais de 12 milhões de desempregados e mais de 60 milhões de pessoas endividadas, o Brasil tem uma das menores taxas de inflação da história.  O IPCA avança 0,10% em outubro, a menor taxa para o mês desde 1998 (21 anos) e vai abaixo do piso da meta em 12 meses. Os preços no Brasil até que voltaram a subir em outubro conforme esperado, depois de variação negativa de 0,04% em setembro, diz o IBGE. Em 12 meses, o IPCA passou a registrar avanço de 2,54%, abaixo de 2,89% até setembro. Com isso a inflação vai abaixo do piso da meta oficial para 2019, de 4,25% pelo IPCA.  Sem a pressão do consumo os preços ficam retraídos.

Consumo
A Fundação Getúlio Vargas também revelou que o IGP-DI de outubro subiu 0,55%, ante +0,50% em setembro. O baixo consumo e a desconfiança no futuro da economia brasileira estão freando o crescimento.  Ourtro dado é que o  INPC de outubro ficou em +0,04% ante -0,05% em setembro.

Cotações
Mais um dia sem solavancos no mercado. Pequena alta nas cotações do dólar e do euro. O preço do petróleo também subiu pouco por conta de um possível acordo EUA-China, mas o ouro teve uma queda expressiva. O Ibovespa voltou a subir e cravou nos 109.331 pontos, com uma alta de 0,90%. Algumas empresas  (ações|tiveram boas valorizações.   

Banco
O lucro líquido do Banco do Brasil, no terceiro trimestre de 2019, de R$ 4,543 bilhões, surpreendeu o mercado. O montante é nada menos do que 33,5% maior do que um ano antes (R$ 3,402 bilhões).   Apenas como comparação, o lucro do Bradesco, segundo maior banco privado nacional, teve alta de 19,6% somando R$ 6,5 bilhões no trimestre. 

Super
A rede varejista Carrefour registra vendas líquidas crescendo 8,1% no 3º trimestre. Mais consumo, mais negócios.

Lucro de Guararapes
 Nos detalhes dos números, o lucro de Guararapes/Lojas Riachuelo de R$ 67,9 milhões no terceiro trimestre de 2019, 18,5% menor que R$ 83,3 milhões registrados no mesmo trimestre de 2018 e recuo de 32% no acumulado de janeiro a setembro de 2019, a companhia encerra o trimestre com endividamento líquido de R$ 1.661,1 bilhão ante R$ 1.267,2 bilhão reportados no 3T18. O nível de perdas das operações de empréstimo pessoal atingiu 25,0% enquanto a carteira de tal operação, sem considerar encargos, totalizava R$ 739,1 milhões ao final de setembro de 2019 crescendo  17,8%.

Detalhes
Na teleconferência ontem, sobre os resultados, a Guararapes mostrou que  cresceu a receita líquida em 9,2% no terceiro trimestre de 2019. O Grupo atingiu R$ 1.885,5 bilhão e elevou suas vendas em mesmas lojas em 5,4% .

Vitrine
Lei do Vereador Ney Lopes Jr. Obriga o comércio informar com destaque as formas de pagamento,  beneficiando os consumidores natalenses.  O varejo terá que  fixar placas com informações sobre as formas de pagamento. A lei nº 6.969/2019 foi publicada no Diário Oficial do Município ontem e tem como meta evitar situações de constrangimentos para os clientes.

Construção
A indústria de materiais de construção inicia o último trimestre do ano mantendo o crescimento. Segundo a Abramat, associação do setor, hou incremento no faturamento em outubro no setor como um todo, impulsionado pela alta nas vendas de materiais de acabamento. O Índice aponta crescimento de 2,8% no faturamento em relação ao mesmo mês do ano anterior. Em relação a setembro de 2019, o faturamento cresceu 1,2%.

Saque
A Caixa Econômica inicia hoje, uma nova etapa de pagamentos do Saque Imediato do FGTS. Os trabalhadores nascidos em abril e maio poderão realizar o saque de até R$ 500 de cada conta ativa ou inativa do FGTS. Mais de 8,8 milhões de pessoas estão nessa fase, com liberação de cerca de  R$ 3,4 bilhões. Para facilitar o atendimento, 2.381 agências abrirão em horário estendido hoje e na segunda-feira (11).

Premiação
O Grupo 3corações, com raízes no RN, ganha o prêmio de Melhor Atendimento ao consumidor pela 4ª vez, da Época Negócios ReclameAQUI. O grupo é reconhecido por suas práticas para a valorização dos consumidores. O ranking avalia a qualidade do atendimento e o índice de confiança dos consumidores em relação à empresa.

Importação
Para atender o consumo doméstico e, por não ter produção suficiente, o Brasil vai importar 750 mil toneladas de trigo por ano com alíquota zero por prazo indeterminado. O governo brasileiro havia assumido o compromisso  na Organização Mundial do Comércio de estabelecimento de quota de importação.  A quota representa 6% do consumo brasileiro em 2018.






continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários