Internet reage ao discurso de Meryl Streep no Globo de Ouro

Publicação: 2017-01-09 12:37:00 | Comentários: 0
A+ A-
A lista de vencedores do Globo de Ouro, realizado neste domingo, 8, não foi a única grande repercussão do prêmio, que teve um discurso de bastante destaque: a atriz Meryl Streep criticou o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, e exaltou os estrangeiros em sua fala de mais de seis minutos.

No discurso, a consagrada atriz, que foi homenageada e recebeu o prêmio Cecil B. DeMille Award, citou diversos artistas que estavam presentes e falou a origem de cada um. Alguns eram de outros Estados dos EUA, enquanto outros haviam nascido e crescido em países diferentes. "Então, se nós deportássemos os estrangeiros, estaríamos vendo apenas futebol e MMA", disse Meryl.

Pouco tempo depois, o vídeo de sua fala no Globo de Ouro foi publicado e compartilhado centenas de vezes nas redes sociais, com muitos elogios ao seu posicionamento. "Meryl Streep devia ganhar prêmio de melhor pessoa", disse Thomas Walker, um usuário do Twitter.

Trump

"As palavras de alguém do movimento liberal não me espantam". Esta foi a resposta do presidente eleito dos EUA Donald Trump ao discurso de Meryl Streep, proferido durante a noite de desta domingo, 8, na cerimônia dos Globo de Ouro.

Ele também definiu a atriz como uma 'Hillary Lover' (uma amante de Hillary Clinton) após Meryl o denunciar como uma valentão que desrespeitou e humilhou os outros.

Em entrevista ao jornal "The New York Times, Trump disse que não tinha visto as observações da atriz ou outras partes da cerimônia, que foram transmitidas pela NBC, mas acrescentou que "não estava surpreso com os liberais de cinema".

O Globo de Ouro foi o último grande evento em Hollywood antes da posse de Trump, que será em 20 de janeiro, uma transferência de poder que muitos na indústria do entretenimento têm lamentado.

No discurso a atriz disse: "se os deportássemos (os estrangeiros), estaríamos só vendo futebol e artes marciais." A fala de Meryl soou como recado ao presidente eleito. Ela se lembrou ainda que o Globo de Ouro é entregue pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla original).

Outra crítica da atriz foi sobre o episódio em que Trump imitou o repórter Serge Kovaleski, do The New York Times, que sofre de uma doença congênita.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários