Invicta e embalada sob comando de Pia, seleção feminina pega Polônia em amistoso

Publicação: 2019-10-08 07:13:00 | Comentários: 0
A+ A-
Invicta sob o comando da sueca Pia Sundhage e embalada por uma expressiva vitória por 2 a 1 sobre a Inglaterra, na casa da rival, em Middlesbrough, no último sábado, a seleção brasileira feminina enfrenta a Polônia nesta terça-feira, às 15h15 (horário de Brasília), na Suzuki Arena, em Kielce (POL), em mais um amistoso em solo europeu.

Em duelo inédito, Brasil enfrenta a Polônia nesta terça, em Kielce SELEÇÃO FEMININA
Em duelo inédito, Brasil enfrenta a Polônia nesta terça, em Kielce

Depois de assumir o comando da equipe nacional no final de julho, quando foi confirmada como substituta do demitido Vadão, Pia começa a colher os primeiros frutos do seu trabalho. Diante das inglesas, as brasileiras exibiram uma bela atuação para derrotar a seleção que terminou o Mundial deste ano, na França, na quarta posição.

Antes deste amistoso na Inglaterra, Pia estreou no cargo com uma goleada por 5 a 0 sobre a Argentina e depois empatou sem gols com o Chile, em dois confrontos válidos por um torneio amistoso ocorrido em agosto no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Com a experiência de quem comandou a seleção feminina dos Estados Unidos nas campanhas de dois ouros olímpicos, obtidos em Pequim-2008 e Londres-2012, além de ter faturado uma prata à frente da Suécia nos Jogos do Rio-2016, Pia vem conseguindo dar ao Brasil o padrão tático que tanto faltava ao time enquanto esteve sendo dirigido por Vadão.

A vitória sobre a Inglaterra não fez a sueca ficar eufórica ao projetar o duelo diante das polonesas. "Eu acredito que o jogo diante da Polônia será muito diferente. Elas (adversárias) têm um rápido contra-ataque, então nós teremos que nos defender para esse tipo de jogo", afirmou a treinadora depois do triunfo sobre as inglesas.

Como treinadora dos EUA, Pia também foi vice-campeã mundial, em 2011, e agora é tida como peça fundamental para o sucesso do Brasil neste novo ciclo iniciado após a saída de Vadão. A principal meta desta jornada será a conquista do inédito ouro olímpico do futebol feminino do Brasil nos Jogos de Tóquio-2020.

Cortada da convocação para o torneio amistoso de agosto por motivo de lesão, Marta fez o seu primeiro jogo sob o comando da sueca no último sábado, quando voltou a vestir a camisa da seleção brasileira após participar da campanha do Brasil no último Mundial, no qual o time de Vadão foi eliminado pela anfitriã França nas oitavas de final.

Nesta terça, a estrela brasileira atuará mais uma vez e Pia fará novos testes na seleção, depois de ter promovido as estreias da lateral Giovanna e da meio-campista Victória na equipe principal do País no jogo contra a Inglaterra. "Eu testarei algumas jogadoras, é claro, mas eu ainda não decidi quem iniciará a partida", avisou a sueca.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários