Cookie Consent
Top Natal
IPESPE - MARCELA MONTENEGRO: "Os resultados evidenciam a força de marcas locais"
Publicado: 00:00:00 - 01/12/2021 Atualizado: 20:03:17 - 30/11/2021
Premiar os esforços empreendidos pelas Agências mas não só isso. Os resultados da pesquisa Top Natal evidenciam a força de marcas locais em 35 categorias, mas também possibilitam reforçar ou modificar ações de marketing e de comunicação. Quem afirma é a diretora executiva do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe), Marcela Montenegro. Nessa entrevista, ela detalha como a pesquisa foi conduzida e fala sobre o impacto do Top Natal para o mercado potiguar. Confira.

Divulgação
Marcela Montenegro é diretora executiva do Ipespe

Marcela Montenegro é diretora executiva do Ipespe


Como a pesquisa foi formatada e qual sua análise quanto aos resultados?
A pesquisa foi face a face com amostra de 600 entrevistados, com o objetivo de identificar as marcas que se destacam como ‘Top Natal 021 ’ em 35 categorias de produtos/serviços. Como a questão central da pesquisa é lembrança de marcas e não consumo, a ideia foi abranger toda a população do município (das classes sociais A, B C e D) por entendermos que o posicionamento das marcas depende obviamente do conhecimento e da imagem/reputação, mas essa não é construída apenas com base no consumo, e sim no que ouvem falar, no impacto da comunicação, bem como em outras experiências com as marcas e serviços que não necessariamente envolvem o consumo. Os resultados [da pesquisa] evidenciam a força de marcas locais em diversas categorias.

Como é possível, diante de uma concorrência acirrada, chegar ao posto de marca mais lembradar?
Essa posição de destaque reflete as estratégias de marketing e de comunicação, merecendo-se ressaltar a relevância do trabalho das Agências (de Publicidade e Propaganda). É preciso lembrar a importância cada vez maior de aspectos como as estratégias digitais, o relacionamento e engajamento com os clientes, e as ações ESG referentes à atuação social, ambiental e à governança das empresas. A permanente preocupação com inovação também faz parte da construção de uma trajetória de sucesso das marcas. E ressaltar, ainda, que o consumidor está cada vez mais exigente em relação à qualidade do que consome, sem obviamente deixar de registrar a necessidade de esforços das marcas por oferecer preços justos, em especial em momentos de crise como o que o País está vivendo hoje.

Qual a relevância para o empresário com atuação local e nacional de uma pesquisa tão ampla?
Essa pesquisa é, ao mesmo tempo, uma homenagem, um reconhecmento aos esforços das marcas que se destacaram em seus segmentos, e também uma prestação de serviço valiosa para o mercado, que tem acesso a um amplo conjunto de informações sobre o posicionamento das marcas e a competição entre elas, inclusive possibilitando identificar aquelas cujas estratégias empreendidas junto com suas Agências foram mais bem sucedidas e obtiveram resultado, colocando-as em primeiro lugar na mente do consumidor.

Temos exemplo de uma das empresas mais lembradas, a que ganhou como a Top das Tops, com aproximadamente 75% das menções. O que esse elevado percentual representa para uma empresa genuinamente potiguar e como ele pode ser aproveitado para que a marca expanda sua atuação?
Sem dúvida, esse é um dos destaques do levantamento deste ano e esse percentual superlativo que posicionou a marca como ‘Top das Tops’ demonstra o acerto das estratégias adotadas por ela ao longo da sua história. Também é possível inferir que houve um avanço desse setor de artigos de informática no contexto da pandemia, com aumento do uso dos recursos digitais, o trabalho home office, o estudo online, que provavelmente favoreceu o alcance dessa posição privilegiada na lembrança dos consumidores.

Em relação ao mercado publicitário local, como os resultados da pesquisa poderão impactá-lo?
Além de premiar os esforços empreendidos pelas Agências, os resultados possibilitam reforçar ou modificar ações de marketing e de comunicação, favorecendo o planejamento ou replanejamento estratégico, sobretudo nesse momento em que se aproxima o final do ano e se vislumbra o início de um novo ciclo de retomada das atividades pós-pandemia em 2022.

Como as marcas eleitas poderão atuar para manter seus consumidores fidelizados por mais tempo? Como os dados do Ipespe poderão ajudar em novas estratégias?
Os dados, certamente, mexem com o mercado. Os vencedores querem se manter na liderança e os demais desejam alcançá-la. Então, as palavras de ordem são ação, motivação, inovação, comunicação, transformação. É preciso aprofundar o conhecimento sobre o consumidor, atual ou potencial, sobre o mercado e a concorrência para se munir de informações atualizadas e consistentes que permitam a tomada de decisões acertadas. Em um cenário em que as relações entre marcas, empresas e consumidores estão cada vez mais dinâmicas e que exigem maior agilidade, ética e transparência, a fidelização e a ampliação da carteira de clientes são tarefas desafiadoras.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte