Esportes
Italo fica em terceiro e Medina leva o título
Publicado: 00:00:00 - 15/09/2021 Atualizado: 22:18:27 - 14/09/2021
O potiguar Italo Ferreira ficou com a terceira colocação no Mundial de Surfe. O campeão foi o paulista Gabriel Medina, com Felipinho na segunda colocação. A final foi disputada ontem, na Califórnia/EUA. Nas últimas sete edições do Circuito Mundial de Surfe o Brasil conquistou cinco títulos. Anos atrás seria impensável essa hegemonia de um país que desbancou atletas da Austrália, Estados Unidos e Havaí (que compete como uma nação própria) nas competições internacionais. Mas essa Tempestade Brasileira, apelido pelo qual ficou conhecida essa talentosa geração, está arrasando a modalidade.

Italo Ferreira ficou na fase semifinal, quando enfrentou Felipinho. Numa batalha dura, o campeão olímpico acabou levando a pior. Do outro lado, Gabriel Medina apenas aguardava para conhecer o adversário.

Na primeira bateria da final com Filipinho, Medina surfou melhor e ganhou por 16,30 a 15,70, ficando em vantagem na decisão. Na segunda bateria, Medina começou melhor, mas houve uma paralisação por causa da presença de um tubarão perto da área de competição. No retorno, o surfista de Maresias manteve o foco e ganhou por 17,53 a 16,36, acertando um lindo back flipe e sagrando-se tricampeão.

No feminino, a brasileira Tatiana Weston-Webb ficou em segundo. Carissa Moore do Havaí foi a campeã.






Leia também