Jair Bolsonaro insinua Sergio Moro na presidência em 2027

Publicação: 2020-01-17 00:00:00
Brasília (AE) - O presidente Jair Bolsonaro fez uma brincadeira com a possibilidade de o ministro da Justiça, Sérgio Moro, ser eleito presidente em 2027 - ano que marcaria o fim de um possível segundo mandato presidencial. O comentário foi feito durante evento no Palácio do Planalto com crianças venezuelanas.

Créditos: Walter Campanato/ABRBolsonaro discursa em cerimônia com crianças da Venezuela que foram atendidas na Operação AcolhidaBolsonaro discursa em cerimônia com crianças da Venezuela que foram atendidas na Operação Acolhida
Bolsonaro discursa em cerimônia com crianças da Venezuela que foram atendidas na Operação Acolhida

"E a partir de 2027, quem assume aqui no Brasil? Quem assume?", questionou Bolsonaro à plateia, enquanto apontava com um dos dedos para trás, sem olhar. Diretamente atrás dele estava o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno. Moro estava ao lado dele.

Sem querer, Bolsonaro acabou apontando para Heleno, que se surpreendeu: "Eu?", questionou o ministro, provocando risadas. Em seguida, o presidente se virou para o ministro da Justiça e brincou: "Perdeu, Moro". A fala gerou novas gargalhadas.

Bolsonaro fez o comentário em resposta ao presidente da Azul Linhas Aéreas, John Rodgerson, responsável pela viagem das crianças venezuelanas, como parte da Operação Acolhida. Rodgerson disse que a empresa "acredita muito" em Bolsonaro. Após as brincadeiras do presidente, Moro reagiu dizendo que espera que seja criada uma linha da companhia entre Brasília e Curitiba, sua cidade, até 2027. "Espero que até lá tenha passagem", declarou.

O presidente tem reiterado que vai concorrer à reeleição. No ano passado, ele afirmou que entregará um País "muito melhor" para quem o suceder no comando do Palácio do Planalto, "em 2026".

Para conseguir se viabilizar como candidato ele está empenhado em criar seu partido, o Aliança pelo Brasil, depois que rompeu com o PSL, partido pelo qual se elegeu.