JEANS para todos!

Publicação: 2019-11-17 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Existem peças que são verdadeiros clássicos. Alfaiataria, Militar, Navy... são alguns estilos mais conhecidos da moda. Mas quando falamos em jeans, a aceitação é quase unânime. Com bolsos, lavagens,  cortes, recortes, aplicações. De todas as maneiras. O jeanswear é uma dessas peças “coringas” de qualquer guarda-roupa. Item de sucesso absoluto entre os fashionistas, o material surge com variantes modernas para qualquer ocasião, sim, e quando falamos qualquer, isso se aplica também ao “haute couture”.

Em caminho a história, foi em meados dos anos 1870, quando o tecido começou a ser usado como forma de vestimenta, patenteado pelo jovem comerciante Levi Strauss e o alfaiate Jacob David, a calça jeans foi usada pela primeira vez por mineradores do oeste americano. O jeans foi se adaptando à imaginação da juventude, e as necessidades de estudantes do meio textil. Só em 1950 veio a ter seu “boom” com figuras como Brigitte Bardot e Elvis Presley e tantos outros. Foi também vestindo jeans, símbolo de liberdade de expressão e originalidade, que na década seguinte a geração hippie protestou pacificamente no festival de Woodstock.

O flerte do jeans com o rock foi adiante: a capa do álbum Sticky Fingers, criada por Andy Warhol, em 1971.

O jeans se tornou tão popular, e marco de atitude de uma geração, que passou a ser tecido constante entre estilistas no mundo todo. Modelado ao tempo, em diferentes lavagens, diferentes modelos, diferentes estilos, o jeans sobrevive cada vez mais forte ao tempo. Uma vez o estilista Yves Saint Laurent chegou a declarar: "Queria ter inventado o blue jeans. Ele tem sex appeal e simplicidade – tudo o que eu imagino quando faço as minhas roupas”.

GLAM modela o jeans ao que há de mais versátil. Couture, streetwear, esportivo, utilitário, sexy... Combinamos também o jeans com looks brilhosos, transformando no que há de mais elegante no jeans. E olha, tiramos o “jeitinho” comum de se fazer jeans. É totalmente GLAM! Quer apostar?



continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários