Cookie Consent
Natal
João Medeiros e Via Costeira terão 30 radares instalados até julho
Publicado: 00:01:00 - 30/06/2022 Atualizado: 10:43:07 - 30/06/2022
Os motoristas que trafegam pela Via Costeira e Avenida Doutor João Medeiros Filho devem ficar atentos aos novos radares de controle de velocidade, que devem estar em funcionamento até o fim de julho, já com aplicação de multas. Somente nas duas rodovias, 30 equipamentos de fiscalização serão colocados nas 30 faixas de rolamento (cada radar monitora uma faixa) em nove pontos, de acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do Estado (Detran/RN). Até setembro, outros 46 radares serão instalados nas avenidas Engenheiro Roberto Freire, prolongamento da Prudente de Morais e Rota do Sol, totalizando assim 76 radares. O investimento é de R$ 2,4 milhões/ano.

Adriano Abreu
Radares já começaram a ser instalados na Via Costeira. Investimento total do Detran será de R$ 2,4 milhões ao ano

Radares já começaram a ser instalados na Via Costeira. Investimento total do Detran será de R$ 2,4 milhões ao ano


Na Via Costeira, que liga as zonas Sul e Leste de Natal, os 14 radares de controle eletrônico de velocidade ficarão distribuídos em quatro pontos: Hotel Ocean Palace; próximo a Torre Telefônica; no Posto da Polícia Militar; e na altura do hotel embargado. O engenheiro do Detran, José Adécio Filho, diz que a escolha dos pontos foi baseada nas áreas de maior registro de acidentes. Dados do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) mostram que no ano passado foram contabilizados 64 acidentes, número 28% maior do que em 2020. A via está sem fiscalização eletrônica desde 2012.

“Nós detectamos carros na Via Costeira a 120 km/h, quando a via é de 70 km/h. A gente já sinalizou, já pintou, já botou placa de sinalização de reforço, fizemos um negócio chamado linha de estimulação de redução de velocidade. Fizemos tudo que era possível na engenharia de trânsito para tentar diminuir [os acidentes]. A Via Costeira é uma via específica construída ao lado de uma zona de proteção ambiental, só é permitido construir naquela largura de plataforma. Não tem como construir acostamento porque de um lado é o Parque das Dunas e do outro é o mar”, detalha José Adécio. 

Além da Via Costeira, a Avenida Doutor João Medeiros Filho, uma das mais movimentadas da zona Norte da capital, também foi contemplada nesta etapa prioritária da ação devido ao elevado número de acidentes na via. O CPRE registrou 203 acidentes na avenida em 2021, o que corresponde a uma média de cerca de 17 por mês. Os radares serão posicionados em cinco pontos: UERN; Comjol; Motel Eros/Iskisita; Escola Expansivo; e cruzamento com a Avenida Itapetinga.

O engenheiro do Setor de Operação do Detran explica que a estrutura dos equipamentos será colocada antes dos pontos de referência. “O radar fica antes e depois do ponto porque se eu tenho um ponto de perigo aqui, eu tenho que forçar o cidadão a baixar a velocidade antes para chegar no ponto já com a velocidade baixa. Não adianta posicionar um radar no ponto ou depois poque ai o problema já aconteceu”, comenta José Adécio Filho.

O servidor do Detran diz que a iniciativa é crucial para diminuir colisões, atropelamentos, derrapagens e demais incidentes de trânsito que são comuns nas rodovias estaduais. “Algumas pessoas até reclamam da fiscalização eletrônica, mas o que eu digo é muito simples: respeite a lei. Se respeitar a lei, você não vai ser multado. A multa não é criada para o cidadão comum, a multa é criada para quem está infringindo o Código de Trânsito Brasileiro. A fiscalização eletrônica dá mais segurança ao cidadão”, afirma.

Estão sendo instalados três tipos de equipamentos, cada um com um tipo de funcionalidade diferente: Controlador Eletrônico de Velocidade (CEV), que fiscaliza o limite máximo regulamentado para a via; Redutor Eletrônico de Velocidade (REV), que mede a redução pontual de velocidade em um trecho específico da via; e o Controlador Eletrônico Misto (CEM), que mede a velocidade e fiscaliza avanço de sinal vermelho e parada sobre a faixa de pedestres.

“Tentamos trazer para o Estado o que há de mais moderno em sistema de fiscalização eletrônica. Além disso, o sistema vai dar ao Detran vários dados estatísticos de veículos, quantos veículos passam na via, quais são só tipos, os horários. Por exemplo, se eu quiser saber o número de motos que passam na João Medeiros Filho à meia-noite, o sistema vai me fornecer isso. O sistema vai adequar, com mais força pública, o cidadão a obedecer a regulação de trânsito”, aponta.

Atualmente, as estruturas – que podem ser no formato torre, pórtico ou semipórtico – estão em processo de fixação no solo e ligação à rede elétrica. Para operar, de fato, com a aplicação de multas, os radares precisam de uma autorização do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), processo este que deve ser finalizado até julho na Via Costeira e na João Medeiros Filho.

Além das duas rodovias, os equipamentos de controle de velocidade serão implementados na Rota do Sol, prolongamento da Prudente de Morais e Avenida Engenheiro Roberto Freire. Nestas regiões, o Detran prevê a instalação de 46 radares em nove pontos (ver detalhes no box). Até a ativação dos controladores, o Detran promoverá ações educativas com os motoristas.

No domingo passado, aproximadamente 450 condutores foram abordados pela equipe de seis servidores do Detran. De acordo com o órgão, a medida teve como foco a redução de acidentes e a preservação da vida de condutores e pedestres que trafegam na Via Costeira. Além do alerta sobre a ativação dos radares, os motoristas também foram orientados a respeito da necessidade de obedecer a sinalização de trânsito e o limite de velocidade na via.

Radares dividem opiniões de motoristas

Os novos radares dividem opiniões dos natalenses. O motorista por aplicativo Márcio Oliveira, de 54 anos, costuma passar com frequência pela Via Costeira, porque transporta muitos turistas que se hospedam nos hotéis ao longo da avenida. Ele conta que nunca passou por nenhum susto na região, mas já presenciou diversos acidentes. A instalação dos radares, na opinião de Márcio, é fundamental para prevenir ocorrências. “Muita gente trafega por aqui em alta velocidade, o que provoca acidentes. Os radares são de extrema necessidade”, diz.

Segundo ele, os pontos de curva distribuídos ao longo da via são os que merecem maior atenção dos órgãos de trânsito. “As curvas são os locais onde eu acredito que deveria receber os radares, assim como nas rotatórias, onde o pessoal precisa pegar acesso para os hotéis. Esses são os pontos mais perigosos”, avalia.

 Já Welderson Araújo, de 30 anos, vê a instalação com ressalvas. “Depende muito da localização e do limite de velocidade estabelecido. Tem uma curva, próximo ao hotel Pirâmide, onde acontecem muitos acidentes, principalmente quando chove. Acho que ali merecia um radar. Particularmente, não sou a favor da instalação no geral. Se colocarem, por exemplo, 60 quilômetros como velocidade máxima permitida, vai gerar muito engarrafamento. O mais tranquilo seria 80 quilômetros”, afirma.

Radares

Pontos de instalação dos radares (até final de julho)

Via Costeira (RN-301)
Hotel Ocean Palace (4 faixas monitoradas);
Torre telefônica (4 faixas);
Posto da Polícia Militar (2 faixas);
Hotel embargado (4 faixas).

Av. João Medeiros Filho (RN-302)
UERN (2 faixas);
Comjol (4 faixas);
Entre Motel Eros e Iskisita (4 faixas);
Escola Expansivo (4 faixas);
Cruzamento com Av. Itapetinga (2 faixas).

Pontos de instalação dos radares (até final de setembro)

Av. Eng. Roberto Freire (RN-063)
Banco do Brasil (6 faixas);
Cruzamento com Av. Praia de Tibau/Feira de Artesanato (4 faixas);
Cruzamento com Via Costeira (6 faixas);
Praia Shopping (6 faixas);
Nordestão/Cidade Jardim (8 faixas).

Prolongamento da Prudente
Parque da Cidade (4 faixas);
Ponte do Rio Pitimbu (4 faixas);

Rota do Sol
Barreira do Inferno (4 faixas);
Cruzamento com a Mucio V. Ribeiro Dantas/Edifício Portamaris (4 faixas).

Fonte: Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran/RN).

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte