TN Família
Joelho valgo: causas, sintomas, tratamento e riscos
Publicado: 00:00:00 - 26/03/2017 Atualizado: 11:12:28 - 25/03/2017
O joelho é uma articulação extremamente complexa do ponto de vista biomecânico, que permite grande amplitude de movimento. Envolvendo a articulação do joelho existe uma cápsula fibrosa que é formada por três ossos: fêmur côndilos femorais, patela e tíbia. A movimentação entre as extremidades ósseas é facilitada pela existência dos meniscos e discos fibro-cartilaginosos. Existe uma assimetria entre as regiões lateral e medial e a face anterior da patela que acaba gerando rolamentos quando o indivíduo faz flexão e extensão do joelho.
Reprodução
Veja diferenças entre os problemas

Veja diferenças entre os problemas


Deformidades no joelho podem surgir a partir da ocorrência de desequilíbrios musculares de membros inferiores, acarretando problemas à articulação do joelho. As principais alterações são as que deixam as pernas em formato de X (joelho valgo) e arqueadas (joelho varo).

Joelho valgo x Joelho varo

 Na alteração que deixa as pernas em formato de “X”, os joelhos ficam mais próximos (forçados “para dentro”) e os pés afastados um do outro (posicionam-se “para fora”). O joelho valgo é duas vezes mais comum entre as mulheres, em virtude do quadril mais largo e da menor quantidade e qualidade de massa muscular. Pessoas do sexo feminino, normalmente, têm os músculos anteriores mais fracos e, por essa razão, acabam utilizando mais os interiores para compensar. Se esse uso for em excesso, ao longo do tempo, os joelhos acabam sendo forçados para dentro, o que vai acentuar o desvio em valgo.

Quando muito acentuada a alteração, podem surgir diversos problemas à saúde, é o caso de tendinites, bursites e artrose, por exemplo. Se a distância entre os dois joelhos do paciente é menor que oitenta por cento do diâmetro da sua bacia, já é possível que sua condição seja classificada como portador do desvio.

Normalmente, crianças e adolescentes podem apresentar o joelho valgo durante algum momento da fase de crescimento, mas o desvio tende a ser corrigido, naturalmente, à medida que a idade avança. Caso o desalinhamento em valgo não seja corrigido e se torne bastante acentuado, a condição pode acabar prejudicando a articulação do joelho, trazendo sobrecarga à região.

O joelho varo é uma deformidade que deixa as pernas arqueadas e promove a projeção dos joelhos para fora da linha média do corpo. Normalmente, é uma condição mais rara que o joelho valgo. A aparência das pernas do indivíduo fica como a de alguém montado em um cavalo. É comum que a alteração seja causada pelo raquitismo ou por malformações congênitas. Também é frequente que os bebês recém-nascidos apresentem as pernas arqueadas, isso acontece em virtude do processo de formação das pernas. Mas o natural é que com o avanço da idade as pernas alcancem o ângulo neutro.

Crianças com joelho valgo?

Durante a infância e mesmo na adolescência, a pessoa pode apresentar desalinhamentos no joelho em graus variados. Isso acontece nas fases de crescimento do indivíduo, mas com o tempo os joelhos devem adquirir o seu alinhamento normal. Mas se isso não acontecer e a condição começar a afetar a execução de atividades simples, como correr ou andar, por exemplo, faz-se necessário o acompanhamento por um médico especializado.

Tratamento para joelho valgo

O tratamento deve consistir, sobretudo, no trabalho de correção postural (realizado pela RPG) e no fortalecimento muscular das estruturas envolvidas. O auxílio da fisioterapia é muito importante para aliviar as dores características do desalinhamento dos joelhos e para diminuir a sobrecarga na região. Procedimentos fisioterapêuticos ajudam a facilitar a lubrificação articular e reduzir a rigidez articular, dentre outros benefícios importantes para a reabilitação do paciente. O uso da osteopatia (que é uma terapia manual) pode melhorar o alinhamento do joelho, eliminado contraturas musculares e desbloqueando articulações.Mais informações no www.ojoelho.com.br

Os riscos de alguns exercícios para o joelho valgo

Existem exercícios que acentuam a condição de joelho valgo, por isso devem ser evitados. É o caso do exercício de agachamento ou quaisquer exercícios para reforço dos músculos da coxa externa que podem oferecer muitos riscos ao paciente com joelho valgo. Bicicleta e natação são esportes permitidos, mas devem ser praticados com intensidade moderada. De igual modo, a corrida também pode ser realizada, mas se houver exageros no tempo e na intensidade, o desalinhamento do joelho pode piorar.

Exercícios corretivos para joelho valgo

 Alguns exercícios feitos em casa ou em alguma academia específica (mas sempre orientados por um profissional) podem colaborar na correção gradativa do joelho valgo.

Devem ser priorizados os exercícios para a musculatura dos glúteos médio e máximo e também do quadríceps. Atividades que estimulem o proprioceptivo, realizadas em bases instáveis. Um exercício de fundamental importância são os de abdução do quadril, pois fazem movimentos no sentido contrário do valgo. Vale ressaltar que a utilização de elásticos para aumentar a intensidade do esforço é bastante indicada. O fortalecimento da musculatura pode ser realizado ainda com pesos para permitir a melhor absorção do impacto de alguns esportes do próprio caminhar.

Uma dica para identificar o joelho valgo em casa

Diante de um espelho, você pode tentar encostar os joelhos e tornozelos. Se você conseguir encostar somente os joelhos e os tornozelos ficarem afastados, então seus joelhos são valgos. Com a mesma experiência, você também consegue perceber se seus joelhos são varos: nesse caso, somente os tornozelos se encostam, os joelhos ficam afastados.

Cirurgia para joelho valgo

 Em condições de joelho valgo mais graves, o procedimento cirúrgico pode ser necessário. A cirurgia é recomendada quando há, sobretudo, um grau bastante elevado de desalinhamento dos joelhos e também quando as funções motoras do paciente já se encontram muito comprometidas. Mas raramente a cirurgia é indicada, principalmente por envolver riscos. Por isso, sempre é priorizado todo o arsenal disponível de tratamentos conservadores e o procedimento cirúrgico é utilizado como última alternativa.


Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte