Natal
Juiz decreta prisão preventiva de policial militar
Publicado: 15:07:00 - 25/01/2012 Atualizado: 16:07:56 - 25/01/2012
Marco Carvalho - repórter

O juiz Raimundo Carlyle de Oliveira Costa, da 4ª Vara Criminal da Comarca de Natal, decretou a prisão preventiva do policial militar Afonso José do Nascimento. O PM foi detido no dia 15 de janeiro passado após ser flagrado com armas de fogo no bairro de Mãe Luiza. Na oportunidade, Afonso José foi  encontrado portando uma pistola na cintura e mais três outras armas de fogo. Em decisão judicial, o juiz Raimundo Carlyle converte a prisão flagrancial em preventiva. Para ele, a motivação foi “a garantia da ordem pública, uma vez que o flagranteado demonstra ser contumaz na prática de crimes, utilizando a sua condição de Policial Militar para facilitar a execução de delitos”.

O policial militar Afonso José do Nascimento foi transferido para a detenção 6º Batalhão da PM, em Caicó, um dia depois de ter sido detido.  De acordo com o coronel Francisco Araújo, comandante-geral da Polícia Militar, o policial responde a outros processos administrativos na Corporação, inclusive por crime de deserção, que se caracteriza pelo abandono do trabalho.

O soldado também já foi alvo de sindicâncias para apurar supostos crimes em que ele teria se envolvido. O coronel Araújo conta que o PM chegou a ser expulso da corporação, mas conseguiu ser reintegrado através de força judicial.

No dia 15 de janeiro, a polícia recebeu um chamado para atender a uma ocorrência de disparo de arma de fogo em via pública. Quando chegaram à rua Saquarema, os policiais encontraram Afonso bebendo com um grupo de pessoas, na calçada.

Na abordagem, foram encontrados com o PM dois revólveres calibre 38 e duas pistolas, sendo uma 380 e uma ponto 40. Afonso José teria afirmado que apenas a pistola que estava na cintura era de propriedade dele. As outras três armas ele disse que eram de um adolescente que o acompanhava.

O PM foi conduzido à delegacia de plantão zona Sul, em Candelária, onde foi autuado por porte ilegal de arma, e as pistolas e revólveres apreendidos foram encaminhados à 4ª DP.

Há denúncias que partiram da população de Mãe Luíza dando conta de que Afonso José teria envolvimento com traficantes do bairro e que guardaria armas e coletes à prova de bala em sua residência.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte