Justiça decreta prisão de suspeito de homicídio durante confraternização

Publicação: 2019-12-02 18:19:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Justiça decretou a prisão temporária de Ailton Berto da Silva, suspeito de matar Fantone Henry Filgueira Maia e ferir outras duas pessoas a tiros no último sábado (30), durante uma confraternização. A prisão foi pedida pela Polícia Civil e acatada pela Justiça nesta segunda-feira (2).

No domingo (1º), a polícia fez diligências na casa de Ailton Berto da Silva, mas ele fugiu após o crime e continua foragido.
Ailton Berto (esquerda) é procurado pela morte de Fantone Maia (direita)
Ailton Berto (esquerda) é procurado pela morte de Fantone Maia (direita)

O homicídio aconteceu por volta das 22h de sábado na praia de Santa Rita, em Extremoz, durante a confraternização de fim de ano do Litoral Jeep Club, que reúne veículos de 4x4 para expedições e trilhas.

De acordo com a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), os tiros vieram após um “rápido desentendimento” entre as vítimas e o autor dos disparos, uma discussão de “motivo fútil”. Ailton Berto teria sacado a arma e feito diversos disparos à esmo, atingindo Fantone Henry Filgueira Maia, que morreu no local, Ivo Bruno Oliveira de Souza, que foi socorrido e levado ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, e Arthur Macedo de Lima Cosme, que foi levado ao Hospital Santa Catarina, na zona Norte.

A equipe da Divisão de Homicídios foi procurada por familiares da vítima após o óbito, e a polícia foi acionada apenas às 4h da manhã.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários