Lançamento: vem aí o novo Hyundai HB20

Publicação: 2019-09-08 00:00:00
Ainda este mês, a Hyunday vai apresentar à imprensa brasileira o novo automóvel HB20, que recebeu um leque de profundas alterações. O interior ficou mais requintado, enquanto o "visual" (dianteira, traseira e laterais) ficou completamente repaginado. Agora, é inspirado no do sedã médio sul-coreano Sonata.

O modelo vai substituir o motor 1.6 aspirado de 128 cavalos de potência. No lugar do quatro cilindros será introduzido um novo 1.0 de três cilindros com turbo e injeção direta de combustível. Sua potência é de 120 cavalos e o torque máximo, de 17 mkgf, aparece às 1.500 rpm

Além disso, para as versões de gama, a Hyundai manteve o 1.0 de três cilindros aspirado. É o propulsor que o mercado conhece, que entrega até 80 cv de potência e 10,2 mkgf com 100% de ácool

Haverá duas opções de câmbio, a saber: manual e automático, ambos de seis velocidades. Hoje, a transmissão manual equipa apenas as versões com motor 1.6. Para as 1.0 a caixa é de 5 marchas.

Pesquisa
O Centro de Inovação, Educação e Empreendedorismo promoveu uma pesquisa para entender o atual momento das empresas do setor automotivo em relação à transformação digital. Resultado: apenas 37,36% delas está se preparando para lidar com essa nova realidade. A maioria sequer deu os primeiros passos nesse sentido. O levantamento ouviu executivos de 138 empresas entre abril e junho deste ano.

Livre comércio
O acordo automotivo entre Brasil e Argentina, que foi anunciado dia 6 pelos ministros Paulo Guedes (Brasil) e Dante Sica(Argentina),prevê que em 10 anos haverá livre comércio de carros entre os dois países.

Em 2016, foi assinado um acordo entre Brasil e Argentina e vai até 2020. Prevê regra de comércio pela qual as exportações de um país não podem ultrapassar uma vez e meia do valor que importa.
Porsche

Taycan, primeiro veículo elétrico
Esportivo de quatro portas da marca alemã, tem 625 cavalos, e pode rodar até 450 km com uma carga da bateria. Lançamento no Brasil está previsto para 2020.

O lançamento do modelo foi dia 4, na Alemanha. Ele será o destaque da marca no Salão de Frankfurt, que começa no dia 10. Será  lançado no Brasil em 2020.

Renault
A Renault do Brasil registrou 8,9% de participação no mercado nacional, com 151.551 unidades emplacadas no acumulado de janeiro a agosto de 2019, o que representa um aumento de 0,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Em agosto, a marca teve 8,7% de participação, com 20.081 unidades emplacadas, mais 0,7% em relação a julho.

Os 10 mais Em agosto:

1º Onix: 22.396

2º Ford Ka: 9.140

3º Hyundai HB20: 8.187

4º Volkswagen Gol: 7.848

5º Renault Kwid: 7.455

6º Prisma: 7.251

7º Volkswagen Polo: 6.815

8º Fiat Strada: 6.725

9º Hyundai Creta: 6.643

10º Fiat Argo: 6.560

BMW X3
Responsável por alçar a atual geração do SAV (Utilitário de Atividade Esportiva) premium médio da BMW à patamares de dinamismo e sofisticação jamais vistos, o X3 M Competition faz sua estreia no Brasil em campanha de pré-venda. Desenvolvido pela BMW M, o BMW X3 M Competition é oferecido no Brasil  a partir de R$ 573.950,00.

Cerato
Este mês a Kia Motors do Brasil lança o sedã "Cerato"modelo 2020. O carro chega às revendas da marca em outubro com o motor 2.0 FLEX de 156 cv, à gasolina e de 167 a álcool. O sedã virá do México em duas versões. O câmbio é automático de 6 marchas. Os itens de série incluem central multimídia, ar-condicionado automático e bancos em couro.

Mercedes
A Mercedes-Benz apresentou a nova geração do "GLE Coupé", versão com apelo esportivo do seu SUV grande. O carro recebeu as mesmas melhorias colocadas no GLE. As diferenças em relação ao GLE normal começam no perfil (o Coupé tem para-brisa mais inclinado).

Há dois motores, ambos 3.0, 6 cc, a diesel ou gasolina, com até 435 cavalos de potência.

Volvo
A marca sueca deixará de vender o Hatch"V40" no Brasil. Segundo Luís Resende, presidente da Volvo para a América Latina e Carive, a intenção da marca é focar em sedãs maiores do tipo

"S60"e em SUVs (XC40, XC60 e XC 90). O valor que a Volvo teria de investir em nova geração do V40, que sairá de linha em 2020, será usado no desenvolvimento de tecnologia híbrida.