Esportes
Lewandowski conquista o prêmio de melhor do ano
Publicado: 00:00:00 - 18/01/2022 Atualizado: 22:52:47 - 17/01/2022
O atacante Robert Lewandowski, do Bayern de Munique e da seleção polonesa, e Alexia Putellas, do Barcelona, venceram o prêmio Fifa The Best de melhor jogador e jogadora, respectivamente, da temporada. O polonês derrotou Lionel Messi e Mohamed Salah. Já Putellas venceu sua companheira de time Jenni Hermoso, além de Sam Kerr, do Chelsea.

FIFA
Robert Lewandowski ganhou o troféu pela segunda vez

Robert Lewandowski ganhou o troféu pela segunda vez


Thomas Tuchel foi eleito o melhor técnico da temporada, ao ser campeão da Liga dos Campeões com o Chelsea. O alemão superou Pep Guardiola, do Manchester City, e Roberto Mancini, da seleção italiana. O senegalês Edouard Mendy, do Chelsea, foi nomeado o melhor goleiro dentre os homens, superando o italiano Gianluigi Donnarumma, do Paris Saint-Germain, e Manuel Neuer, do Bayern de Munique.

A equipe masculina da temporada (Fifpro) foi escolhida com quatro atacantes e sem Mohamed Salah, finalista do prêmio individual. O time foi formado por Donnarumma; Ruben Dias, Bonucci e Alaba; Kanté, Jorginho e De Bruyne; Haaland, Messi, Cristiano Ronaldo e Lewandowski.

A técnica do Chelsea, Emma Hayes, se mostrou surpresa ao saber que havia vencido o prêmio de melhor treinadora do futebol feminino, tendo superado Lluís Cortés e Sarina Wiegman. A chilena Christiane Endler, do Lyon, venceu o prêmio de melhor goleira, se tornando a primeira atleta sul-americana a ganhar o troféu. Ela bateu a canadense Sthepanie Labbé e a alemã Ann-Katrin Berger. Endler destacou seus últimos anos em alto nível e disse que quer jogar mais uma Copa do Mundo.

A seleção feminina da temporada (Fifpro) não contou com nenhuma das três indicadas à melhor jogadora da temporada e acabou formada sem atletas do Barcelona, campeão europeu. A equipe teve Endler; Bronze, Renard, Bright e Eriksson; Banini, Lloyd e Bonanser; Miedema, Marta e Morgan. Christine Sinclair recebeu o prêmio especial da Fifa por sua carreira destacada no futebol feminino. Aos 38 anos, a canadense é a maior artilheira de seleções, com 188 gols.
Quem levou o prêmio Puskás, com o gol mais bonito da temporada, foi o argentino Erik Lamela, do Tottenham, que marcou de letra no clássico contra o Arsenal. Os dinamarqueses levaram dois prêmios. Primeiro, garantiram o Fair Play, graças à atuação de jogadores e comissão técnica da seleção, que trabalharam em conjunto nos primeiros cuidados médicos ao meia Christian Eriksen, que sofreu um ataque cardíaco durante uma partida da Eurocopa.

Depois, o Fifa Fan Award foi dividido entre torcedores dinamarqueses e finlandeses, pela união nas arquibancadas no mesmo jogo, após o mau súbito de Eriksen.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte