Liberação de treinos vira polêmica

Publicação: 2020-07-03 00:00:00
A+ A-
A liberação dos treinos físicos de futebol no Rio Grande do Norte viveu um dia de guerra de versões. Em entrevista à Tribuna do Norte, confirmada depois por outros cronistas esportivos potiguares, o infectologista Antônio Araújo, presidente da Comissão Médica da Federação afirmou que o governo do estado havia aprovado o protocolo proposto pela entidade e autorizado os treinos físicos, desde que cumpridas as exigências. No entanto, o governo nega que a liberação tenha sido autorizada. 

Créditos: Reprodução/TV MecãoApós um longo período de inatividade os atletas tocam na bolaApós um longo período de inatividade os atletas tocam na bola


O Governo do Estado afirmou, por meio da Assessoria de Comunicação, que ainda não há uma data de liberação de treinos e de realização de campeonatos de futebol no Rio Grande do Norte.

Segundo a assessoria, o que há, até o momento é um parecer técnico do Comitê Científico do Estado, que analisou e avalizou o protocolo de intenções contido no Plano de Trabalho para Retorno e Conclusão do Campeonato Potiguar, proposto pela Federação Norte-riograndense de Futebol.

O Governo do Estado afirma ainda que está atento à situação dos clubes e que deverá ser iniciado diálogo nos próximos dias com a federação e demais representantes para discutir os protocolos a serem cumpridos quando da volta das atividades.

Na  versão e no entendimento de Antônio Araújo, a única questão levantada foi em relação a data de reinício do Campeonato Potiguar, que na documentação enviada estava prevista para o dia 23 de julho, mas que, na verdade, só deve ocorrer no princípio de agosto. “Eles aprovaram o protocolo da FNF e da comissão de saúde, mas como tinha uma data para reinício do campeonato na documentação, o comitê achava que não dava certo para começar o futebol ainda em julho. Então agora eles estão trabalhando para verificar qual seria o melhor período para isso ocorrer. Mas em relação aos treinos, com o cumprimento do protocolo de saúde está tudo tranquilo, os clubes já estão liberados", informou o médico.

Antônio Araújo disse também que caberá a Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária do RN (Suvisa) realizar o relatório referente aos locais de treinos e, futuramente, dos locais que irão abrigar as rodadas finais do Campeonato Potiguar, logo não terão peso de interferência nessa primeira fase de liberação, uma vez que os clubes estarão cumprindo com todo rigor as novas exigências realizadas pela federação de futebol, para que possam participar do Estadual.

“A Suvisa irá se responsabilizar com a fiscalização dos ambientes onde os treinos serão realizados, tipo: campo, vestiários e áreas comuns para as pessoas que trabalham em treinos e nas partidas de futebol. A parte médica que exige a realização de exames, para afastar aqueles indivíduos que apresentam os sintomas dos trabalhos, isso tudo já está aprovado pela secretaria de Saúde e pelo comitê científico", ressaltou.

Créditos: Reprodução/TV MecãoRoberto Fernandes traça plano de trabalho para inter temporadaRoberto Fernandes traça plano de trabalho para inter temporada


Pelo comportamento da curva da pandemia de coronavírus, que parece estar se “achatando”, Antônio Araújo classifica o início de agosto como a data mais propícia para Federação Norte-rio-grandense de Futebol marcar a retomada do Campeonato Estadual. Qualquer data inferior a essa não contaria com a aprovação da comissão de saúde da entidade.

Testes no ABC
O ABC, que aguardava apenas a liberação dos treinos e realizou a primeira fase de testagem no intuito de saber quem do elenco já teve contato com o coronavírus . O médico Fábio Freire afirmou que: dos 42 testes realizados, entre atletas e funcionários, ninguém desenvolveu a Covid-19 e 25% desse universo já apresenta anticorpos para o vírus, já estando em condições de realizar trabalhos em grupo.

Dois membros da comissão técnica testaram positivo, foram isolados e colocados em período de quarentena, sob os cuidados e acompanhamento dos médicos do clube. Além disso, os resultados mostraram que oito profissionais, sendo cinco jogadores e três membros da comissão técnica, já tiveram contato com o vírus e desenvolveram anticorpos.

“No momento em que a gente testa um grupo, temos um parecer, é como se passássemos uma régua, nos dá a oportunidade de ver quem está doente, os que estão imunes e aqueles atletas que ainda estão suscetíveis a doença. Frente aos resultados prévios, temos certeza de que o ABC não irá fugir das estatísticas mundiais. Os testes estão mostrando que entre 25% e 30% das pessoas aqui já tiveram contato com o coronavírus e já desenvolveu imunidade. Já a maioria ainda se mostra suscetível a desenvolver a doença. Nessa primeira sessão de testes, não tivemos nenhum atleta doente”, informou.

A partir dessa testagem inicial, começará a fase de separação dos jogadores. Entre aqueles que estão imunes e já podem trabalhar em grupo e aquela parte de jogadores que terá de realizar trabalho físico, de uma forma mais individual para evitar o risco de contágio mantendo o distanciamento social, que é aquilo que o protocolo diz. “O planejamento é que entre dez e quinze dias esse grupo de pessoas sejam submetidos a um segundo teste, que será importante para que possamos comparar as duas curvas e verificar se houve um aumento de imunidade, se o elenco atingiu a fase que os médicos chamam de imunidade de rebanho”, disse.

Em Camaragibe, Edmar confia em volta segura
O zagueiro Edmar, que está com o grupo do América confinado em Camaragibe-PE, é favorável ao retorno das competições no RN, mesmo com o estado apresentando números bem alarmantes quanto a contaminação pelo coronavírus e com os hospitais da rede pública superlotados de pacientes com Covid-19. Apesar de tudo isso, ele disse confiar no protocolo de saúde que vem sendo seguido dentro do futebol e acredita que o ambiente é seguro para retomada do esporte.

“Depois que todos os atletas que disputam a competição estiverem testados e mostrarem que já possuem anticorpos ou que nunca tiveram contato com o vírus, de minha parte, não vejo problema algum jogar num ambiente assim. Por mais que os casos de Covid-19 estejam aumentando em Natal, acredito que estão dando uma inflada na situação, mas isso vem ocorrendo em todos os lugares. Mas a realidade é que nós brasileiro necessitamos aprender a conviver com esse vírus, para que possamos nos cuidar e retomar a vida normal”, ressaltou o atleta.

Com relação aos treinos em Pernambuco, Edimar foi outro atleta que rasgou elogios ao CT do Retro e disse que como vinha se cuidando bem durante os mais de cem dias de pandemia, não deve demorar muito a recuperar a forma e ter condições de voltar a atuar os noventa minutos de uma forma forte, como pede o treinador Roberto Fernandes.

“Tenho facilidade em readquirir o meu condicionamento físico, acredito que trabalhando forte agora e a disciplina que procurei ter durante esses dias sem atividades no clube, irá me ajudar a encontrar o ponto ideal mais cedo. Sei que essa questão varia muito de atleta para atleta, tem alguns que necessitam de um período maior para readquirir a forma física, mas graças a Deus preciso de muito pouco tempo para ficar preparado”, salienta o zagueiro.

Coletivo
O América realizará seu primeiro treino coletivo no próximo domingo, em Camaragibe. O trabalho terá início às 16h com transmissão ao vivo através do canal oficial do clube no Youtube. Para amenizar os custos com a intertemporada, o Alvirrubro venderá ingressos virtuais. O torcedor pode comprar seus bilhetes através do site da Arena das Dunas. O clube sorteará uma camisa comemorativa dos 105 anos da agremiação.

Todo valor arrecadado com a promoção será transferido para ajudar a cobrir os custos dessa intertemporada em Camaragibe-PE, onde a delegação potiguar vai passar os próximos oito dias.