Lideranças cobram prêmios iguais

Publicação: 2019-03-08 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Faltando exatamente três meses para o início do Mundial feminino de futebol, lideranças do esporte cobram maior igualdade entre os sexos na modalidade, principalmente nas premiações. O valor pago aos campeões do masculino e do feminino é uma das evidências mais fortes da desigualdade entre os gêneros nas competições organizadas pela Fifa.

Tatjana Haenni trabalhou na FIFA, mas critica a entidade
Tatjana Haenni trabalhou na FIFA, mas critica a entidade

Pela taça da Copa do Mundo da Rússia, a seleção francesa embolsou no ano passado US$ 38 milhões (cerca de R$ 144 milhões). A futura equipe campeã do Mundial feminino, neste ano, na França vai receber US$ 4 milhões (R$ 15 milhões). As mulheres também têm sido preteridas em projetos de apoio financiados pela Fifa, com a maior parte sendo direcionada para o futebol masculino.

E tudo isso num contexto em que a entidade máxima do futebol mundial vive situação financeira favorável. Segundo fontes anônimas consultadas pela agência de notícias Associated Press, as reservas da Fifa alcançaram US$ 2,74 bilhões (R$ 10,3 bilhões) e a receita atingiu US$ 6,4 bilhões (R$ 24 bilhões). "Queremos ter certeza de que haverá uma repartição justa dos lucros que vem sendo obtidos", afirma a técnica da seleção norte-americana feminina, Jill Ellis. Na França, ela e suas lideradas vão tentar o bicampeonato, após faturarem o troféu da edição passada do Mundial.

A preocupação se justifica porque a Fifa elevou as premiações tanto do masculino quanto do feminino recentemente. Mas, novamente, os homens receberam uma elevação maior. Do Mundial de 2015 para o deste ano, as mulheres terão premiação total de US$ 30 milhões. Mas este valor é menor do que o aumento, de US$ 40 milhões, nos prêmios do masculino, que vão totalizar US$ 440 milhões (R$ 1,6 bilhão). "A diferença entre a premiação de homens e mulheres é ridículo", afirma Tatjana Haenni, que foi chefe do departamento de futebol feminino da Fifa até 2017.










continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários