Liminar determina que Sintro não impeça circulação dos ônibus de empresa de transportes

Publicação: 2020-06-23 17:00:00
A+ A-
Uma decisão liminar da Justiça do Trabalho do Rio Grande do Norte determinou que os representantes do Sindicato dos Rodoviários do Estado (Sintro-RN) não impeçam a circulação de ônibus da empresa Nossa Senhora da Conceição. O documento diz que os representantes do sindicato devem ficar a uma distância mínima de 500 metros da empresa, sob pena de multa diária de R$ 20 mil. A decisão foi expedida nesta terça-feira (23) pela 12ª Vara do Trabalho de Natal.

Créditos: Magnus NascimentoPolícia Militar foi ao local, mas ônibus ainda não começaram a circular por causa de impassePolícia Militar foi ao local, mas ônibus ainda não começaram a circular por causa de impasse

Desde essa segunda-feira (22), que marcou o início da greve dos rodoviários em Natal, que os ônibus da empresa de transporte não saem do terminal, localizado no bairro de Felipe Camarão, na zona Oeste da capital potiguar.

Com a decisão judicial, a Polícia Militar foi mobilizada ao local para fazer cumprir o que determina a liminar, mas até a publicação desta matéria houve impasse e nenhum ônibus chegou a sair do terminal rodoviário.

O Sintro tem o prazo de quinze dias para requerer à decisão. A reportagem tentou entrar em contato com o Sintro, mas não obteve respostas até a publicação desta matéria.

Greve

O Sintro iniciou uma greve por tempo indeterminado nessa segunda-feira (22). Júnior Bacurau, presidente interino do sindicato, afirmou que os pagamentos de vale de alimentação e plano de saúde faziam parte da convenção de trabalho da categoria que venceu no último dia 30 de maio. Desde então, os rodoviários cobram a manutenção do acordo, rebatido pelas empresas de transporte sob a alegação de falta de recursos, o que gerou o impasse.

Segundo o Sintro, só estão saindo das garagens veículos com cobrador, evitando, assim, o motorista de exercer a dupla função - outro apelo dos rodoviários.