Lina Vieira diz na CCJ que não é fantasma

Publicação: 2009-08-18 11:33:00
Atualizada às 13h57

"Não sou fantasma, o Palácio do Planalto deve ter imagens da minha presença no 4º andar", disse Lina Vieira, ex-secretária da Receita Federal, ao responder pergunta do senador Álvaro Dias (PSDB-PR) se houve realmente o encontro com a ministra Dilma Roussef.
Ex-secretária Lina Vieira voltou a afirmar que a ministra mentiu sobre o encontro
"Não custa nada o Planalto liberar as imagens", disse Lina. "Reafirmo que houve a audiência e também o pedido de Dilma para que as investigações fossem agilizadas. Agora não entendo a ração da ministra mentir sobre o encontro".

- Saiba mais no blog Abelhinha.com

Indagada como interpretava sua demissão da Receita Federal, Lina Vieira disse que "os jornais estavam recheados de notas sobre a minha demissão. Da mesma forma que não perguntei porquê estava sendo nomeada para ocupar o cargo de Secretária da Receita, também não perguntei ao ministro Guido porque estava sendo demitida."

A ex-secretária da Receita se negou a comentar sobre o procedimento contábil adotado pela Petrobras para deixar de pagar R$ 4 bilhões à Receita. "Eu vim aqui, especificamente, para falar sobre a audiência com a ministro Dilma". Ela se dispos a comparecer à CPI da Petrobras para falar sobre o procedimento contábil da estatal.

Agripino afirma que Lina foi usada

Em sua colocação durante o depoimento de Lina Vieira na CCJ do Senado, o senador potiguar José Agripino (DEM) afirmou que a ex-secretária da Receita Federal teria sido usada para obtenção de privilégios na instituição.

O senador questionou a Lina Vieira como foi o encontro e insistiu para ela lembrar quando aconteceu o encontro e se ela poderia descrever o local onde ele aconteceu. A ex-secretária informou que, como foi muito rápida a conversa com a ministra Dilma Rousseff, ela não prestou atenção na decoração do local.