Literatura já tem calendário fechado

Publicação: 2012-05-17 00:00:00 | Comentários: 1
A+ A-
Yuno Silva - Repórter

O cronograma de eventos literários movimenta o Rio Grande do Norte a partir de agosto, quando a série de feiras e festivais começam a pipocar pelo Estado com lançamentos de livros e presença de autores consagrados. Na agenda, destaque para as três Feiras e os cinco Festivais do Circuito Potiguar do Livro; e o IV Festival Literário da Pipa, marcado para o mês de novembro. A programação já anunciada do Circuito adianta datas e alguns autores que irão participar dos eventos em Mossoró, Caicó e Natal; enquanto a produção do Flipipa confirma a intenção de seguir abordando o legado modernista.
Alex RégisAprovado pela Lei Rouanet e Câmara Cascudo, Flipipa confirma data para penúltima semana de novembro. Já a Feira de Literatura e Quadrinhos está agendada para outubro, no campus da UFRNAprovado pela Lei Rouanet e Câmara Cascudo, Flipipa confirma data para penúltima semana de novembro. Já a Feira de Literatura e Quadrinhos está agendada para outubro, no campus da UFRN

A agenda começa no mês de agosto, com a Feira do Livro de Mossoró, por onde passam o eterno Engenheiro do Hawaii Humberto Gessinger, autor de quatro livros; a escritora e filósofa gaúcha Márcia Tiburi; e o cearense Lira Neto, especializado em biografias, entre outros. “O Circuito Potiguar do Livro abarca até oito projetos”, informou Rilder Medeiros, da Oficina da Notícia, empresa responsável pela produção do Circuito.

Em setembro será realizada a Feira do Livro do Seridó, em Caicó, com Frei Betto, Lira Neto e o cordelista Izaias Gomes; e no mês de outubro, em Natal, no mesmo período da Cientec/UFRN, será realizada a segunda edição da Feira de Livros e Quadrinhos – FliQ, com presenças confirmadas do escritor pernambucano Marcelino Freire, do jornalista e escritor cearense Xico Sá e do chargista Maurício Ricardo, entre outros nomes.

Para Rilder, “é complicado promover qualquer grande projeto cultural no RN no primeiro semestre, devido a demora para ser divulgada a renúncia fiscal das leis de incentivo”, garante. Nenhuma das oito etapas tem patrocinadores confirmados, justamente por este motivo: “Temos empresas interessadas, encaminhamos projetos para várias, mas estamos nessa dependência.” Juntos, os eventos do Circuito Potiguar do Livro estão orçados entre R$ 800 mil e R$ 1 milhão. A renúncia da Lei estadual de incentivo à Cultura Câmara Cascudo tem prazo para ser anunciada até esta próxima sexta-feira (18).

Questionado sobre a baixa participação de editoras e livrarias nos eventos, Medeiros chama atenção para o atraso na confirmação do mecanismo de incentivo à compra de obras conhecido como Cheque Livro. “Em 2011, tivemos R$ 500 mil do Governo do RN e R$ 160 mil da Prefeitura de Mossoró, mas a confirmação dos recursos saiu tarde, com os eventos em andamento, e muitos expositores que já haviam acertado presença desistiram”. Sebistas e cordelistas têm espaço gratuito garantido no Circuito, que este ano também abrirá espaço para autores potiguares. “Para não deixar de realizar os eventos, planejamos uma programação que não depende da presença dos estandes de livros. Em Angicos por exemplo, onde pretendemos realizar um Festival Literário, incentivar a leitura é mais importante que vender livros.” Os outros festivais previstos são o de João Câmara, Macau, Martins e Pendências, todos ainda sem data nem atrações confirmadas.
Rogério VitalA quarta edição do Flipipa, Festival Literário da Pipa, foi confirmado para o mês novembroA quarta edição do Flipipa, Festival Literário da Pipa, foi confirmado para o mês novembro

FLIPIPA

A quarta edição do Festival Literário da Pipa tem data definida, será na penúltima semana de novembro, e alguns nomes já estão sendo sondados pela produção do evento. “A princípio o Flipipa ocupará o mesmo local onde aconteceu ano passado”, adiantou Dácio Galvão, produtor do Festival realizado na praia mais badalada do litoral Sul do RN. Aprovado nas leis de incentivo Câmara Cascudo (estadual) e Rouanet (federal), o evento deverá continuar investindo no legado deixado pelo modernistas. “A produção literária dos últimos 90 anos tem relação direta com o legado deixado pelo Modernismo”, garante Dácio.

Dácio Galvão adiantou que o Modernismo continua no centro das atençõesPara dar seguimento ao debate, o escritor e compositor paulista José Miguel Wisnik foi contatado pelo Flipipa para falar sobre a obra de Oswald de Andrade. O poeta e filósofo Antônio Cícero é outro nome sondado: “Também estamos na expectativa do resultado do Prêmio São Paulo de Literatura para fazer o convite ao vencedor ou vencedora”. Dácio Galvão lembra que as três edições anteriores do Flipipa contaram com presença dos ganhadores do Prêmio: Raimundo Carreiro esteve no RN em 2009; Ronaldo Correio de Brito passou pelo Flipipa em 2010; e Rubens Figueiredo foi uma das atrações de 2011.

Outra proposta que Dácio pretende formatar até novembro é um debate em torno dos três Andrades: Oswald, Mário e carlos Drummond. “A repercussão positiva do ano passado consolidou o evento e os parceiros já sinalizaram querendo ampliar a participação. A Associação de Hotéis e Pousadas também renovou parceria.”

RENÚNCIA FISCAL

As renúncias fiscais para as duas leis de incentivo podem ser anunciadas até a próxima semana, pelo menos esta é a informação apurada junto às Fundações José Augusto e Capitania das Artes, respectivamente responsáveis pelas leis Câmara Cascudo e Djalma Maranhão. A assessoria de imprensa da FJA informou que o Governo do RN pretende divulgar até amanhã o valor do incentivo, que deverá ser de cerca de R$ 6 milhões. Já a Prefeitura prevê valor em torno de R$ 4 milhões. “O projeto já foi votado e aprovado em primeira instância na Câmara dos Vereadores, e na quinta (hoje) irá novamente à votação”, informou Edson Soares, vice-presidente da Funcarte.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários

  • liarech07

    Caro réporter Yuno Silva, você esqueceu de falar de um importante evento: a 2ª Ação Potiguar de Incetivo à Leitura que ocorrerá entre os dias 21 e 25 de maio. Esse evento também é importante e está se firmando nos eventos locais da área.