Londres passa a um nível mais rígido de restrições

Publicação: 2020-10-17 00:00:00
Londres passou a um nível mais rígido de restrições para conter a pandemia, com a proibição de reuniões fechadas entre parentes que não morem na mesma casa. Pelas novas regras, os encontros ao ar livre só poderão ter no máximo seis pessoas. Já os pubs poderão atender apenas clientes sentados entre às 10 horas e às 17 horas. Os restaurantes podem receber pedidos após as 22 horas apenas para entrega e não é permitida a retirada da comida no local. 

As restrições que passam a valer hoje incluem a capital e outras sete zonas do país, onde vivem 11 milhões de pessoas. Em Londres as áreas mais afetadas são Richmond, Hackney, a City de Londres Ealing, Redbridge e Harrow. Com as infecções dobrando a cada 10 dias, o Reino Unido registrou 19.724 novos casos e 137 mortes por covid-19 na quarta-feira - o último dado disponível. 

O total de óbitos foi o maior em um dia desde o começo de junho, disseram as autoridades, quando as mortes estavam abaixo de 100 diárias. O número total de óbitos desde o início da pandemia é 43.155, o maior da Europa.

Com o objetivo de evitar uma quarentena em todo o país ao mesmo tempo, o governo do Reino Unido implantou um modelo que classifica as regiões conforme o número de infecções por habitante. Londres passa hoje a estar no nível de alerta 2, de uma escala que vai até 3, o que coloca a cidade em um risco "alto" para o coronavírus.

Quem não respeitar as restrições pode ser multado em £ 200 (cerca de R$ 1,4 mil) - esse valor pode chegar a £ 6,4 mil (por volta de R$ 45 mil).













Leia também: