Viver
Lucy Garcia, a pioneira do ar
Publicado: 00:00:00 - 08/03/2018 Atualizado: 23:24:36 - 07/03/2018
Em 2018 completam-se 100 anos de nascimento de Lucy Garcia Maia (1918-2001), a primeira mulher pilota de avião do Rio Grande do Norte. Filha de uma tradicional família natalense e educada na Escola Doméstica, ela penetrou um reduto extremamente masculino, talvez menos por rebeldia que pelo sonho de voar.

Cedida
Lucy Garcia: Atleta, fundadora do Centro Feminino, pilotou um avião aos 24 anos

Lucy Garcia: Atleta, fundadora do Centro Feminino, pilotou um avião aos 24 anos


                        Lucy Garcia: Atleta, fundadora do Centro Feminino, pilotou um avião aos 24 anos

Lucy, então com 24 anos, precisou lidar com olhares e comentários discriminatórios da sociedade natalense daqueles anos 1942. Mas audaciosa, ela concluiu as aulas de voo, somando 800 horas no ar, o que lhe rendeu, em 1943, a carta de autorização para pilotar aviões dos tipos Piper J-3, Culver e PT-19. Mas Lucy não seguiu carreira como pilota. Sua vocação era para os esportes. Foi atleta de tênis, vôlei, basquete e remo – outro ambiente cercado de homens. Tamanha paixão pela prática desportiva a levou a fundar o Centro Desportivo Feminino, incentivando as mulheres a praticar os mais variados esportes.


Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte