Luta do ABC passa a ser para evitar o rebaixamento

Publicação: 2018-07-10 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A tendência de queda que a equipe vem apresentando desde o final do turno de ida, na Série C, que já culminou com a incrível marca de sete jogos sem vencer, acendeu de vez o sinal de alerta dentro do ABC. Faltando cinco rodadas para terminar a primeira fase do Brasileirão, o clube terá muito com que se preocupar em evitar o rebaixamento, colocando o sonho de acesso em segundo plano dentro da competição.

Erivélton ganhou nova oportunidade no time titular do ABC, mas não deu a resposta aguardada
Erivélton ganhou nova oportunidade no time titular do ABC, mas não deu a resposta aguardada

Embora o levantamento realizado pelo site Chance de Gol, especializado em probabilidades no futebol, aponte a ameaça de descenso do Alvinegro dentro da margem dos 17%, a questão é que o time perdeu a “liga” apresentada no início da competição e pior, vários atletas estão em má fase e não conseguem mais render metade do que já renderam dentro das quatro linhas.

Como o problema atinge quase todo o elenco, o treinador Ranielle Ribeiro não vem encontrando uma formação minimamente competitiva, a ponto de estar desde o dia 2 de junho sem conquistar uma vitória no torneio. A última vez que os abecedistas comemoraram algo foi quando a equipe conseguiu fazer 2 a 0 no Náutico.

Depois de se desfazer dos atletas mais promissores das categorias de base, a safra atual também já não é tão promissora quanto a de antes e, nas cinco rodadas que restam ao clube, a preocupação será conseguir pontos para escapar da luta contra o rebaixamento e se refazer para tentar um novo salto de qualidade em 2019.

A tabela prevê três partidas em casa (Confiança, Salgueiro e Atlético-AC) e duas fora na sequência após o confronto diante do Salgueiro (Remo e Náutico). Para pensar em classificação com o nível de pontuação praticamente congelado após uma jornada de quatro derrotas e um empate no Brasileirão, o ABC terá de conquistar todos os pontos que tem a disputar, apenas dessa forma ele poderá atingir o patamar traçado pelo treinador Ranielle Ribeiro no início da competição (30 pontos).

As chances matemáticas ainda existem, mas até para alcançar o patamar dos 28 pontos, que dá uma probabilidade de 90% de classificação a um clube na Série C, o percentual exigido será muito alto. Neste caso o ABC teria de apresentar um aproveitamento de 86,6% dos pontos que ainda estão para ser disputados.

A torcida, por intermédio das redes sociais, não alimenta mais esperanças. A diretoria, mesmo com o treinador Ranielle Ribeiro acenando com a possibilidade de entregar o cargo, se encontra numa espécie de sinuca de bico. Devido aos poucos jogos que restam a disputar, uma troca pode não surtir sequer um efeito motivador.

“Tivemos o azar de sofrer uma baixa técnica num momento muito delicado da competição, cabe a nós buscar alternativas para sair da condição que nos encontramos hoje. Temos de analisar quais atletas deverão se comportar melhor na equipe neste momento de pressão, para que possamos sair dessa zona incômoda que nos encontramos”, ressaltou Ranielle.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários