Médico agredido ficará uma semana afastado do trabalho

Publicação: 2015-12-07 09:52:00 | Comentários: 0
A+ A-
O médico Antônio Andrade, agredido na noite de sexta-feira (4), na unidade mista de Saúde de Tibau do Sul, ficará uma semana afastado das atividades. A decisão é da Secretaria Municipal de Saúde do município, que quer preservar o profissional. O clima na unidade voltou ao normal, mas os funcionários ainda estão revoltados com o episódio.
ReproduçãoHomem identificado como Guilherme agrediu o médico de plantão de Tibau do SulHomem identificado como Guilherme agrediu o médico de plantão de Tibau do Sul

Segundo a diretora da unidade, Elieneide Barbosa Macena, o médico Antônio Andrade atua no local desde março do ano passado, após ter se aposentado de outros locais onde atuava. O histórico do profissional, de acordo com a diretora da unidade, é exemplar.

"Ele é uma pessoa muito equilibrada e estruturada. Sempre cumpriu os horários e foi cordial com todos", garantiu.

Relatando os momentos que antecederam o espancamento, Elienede Barbosa disse que o médico saiu da sala onde realizava uma sutura em outro paciente na tentativa de explicar a Guilherme Mendes de Faria, o agressor, o motivo para que ele não fosse atendido imediatamente. Foi quando o médico passou a ser agredido.
ReproduçãoMédico Antônio Andrade foi agredido em unidade de saúde em Tibau do SulMédico Antônio Andrade foi agredido em unidade de saúde em Tibau do Sul

"O doutor Antônio saiu da sala porque ele não estava conseguindo trabalhar com a gritaria do lado de fora e o homem batendo na parede e porta. Quando ele foi explicar, já foi sendo agredido verbalmente e fisicamente. A sorte é que ele (o médico) é uma pessoa equilibrada, se não poderia ser ainda pior", disse a diretora da unidade.
ReproduçãoMédico Antônio Andrade precisou de pontos no supercílio após agressãoMédico Antônio Andrade precisou de pontos no supercílio após agressão

Após prestar queixa sobre as agressões, o médico deixou a unidade de saúde e foi para casa, não trabalhando no sábado e domingo. Nesta segunda-feira ele veio a Natal para realizar o exame de corpo de delito e só deverá retornar às atividades na próxima semana.

"A Secretaria de Saúde achou melhor deixá-lo afastado por esta semana, se recuperando do episódio. Ele está recebendo toda a assessoria jurídica do município", garantiu.


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários