Mário Soares é sepultado como chefe de Estado

Publicação: 2017-01-11 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
As cerimônias fúnebres em homenagem ao ex-presidente de Portugal Mário Soares foram encerradas por volta das 14h (horário local), ontem, e foram marcadas por discursos de autoridades portuguesas que relembraram a trajetória política de Soares. Os ritos começaram pontualmente as 13h (horário local), com a chegada do caixão, carregado por militares, ao pátio interior do Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa. Mais de 500 convidados participaram das homenagens, segundo a Agência Lusa.
agência brasilCerimônia de sepultamento do ex-primeiro ministro portugues contou com mais de 500 convidadosCerimônia de sepultamento do ex-primeiro ministro portugues contou com mais de 500 convidados

Durante as homenagens, João e Isabel Soares, filhos de Mário Soares, fizeram declarações emocionadas, ressaltando a admiração e ternura que sentiam pelo pai. Com a voz embargada, Isabel lembrou os "tempos difíceis" de quando o pai foi preso e a deportação dele para São Tomé Príncipe, o exílio em Paris mas, frisou que "nem durante esse tempo" ouviu do pai um "uma palavra de desalento ou desânimo".

Também discursaram o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o atual presidente do país, Marcelo Rebelo de Sousa, que destacou que Soares foi "um homem que fez história" e merecia ser homenageado em um lugar como o Mosteiro dos Jerónimos. Houve ainda apresentação do coro e da orquestra do Teatro Nacional São Carlos.

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, que está em viagem oficial à Índia, enviou um vídeo que foi exibido na cerimônia, em que ressaltou a trajetória política de Soares.

O presidente do Brasil, Michel Temer, participou da cerimônia, ao lado do ex-presidente José Sarney. Também estiveram presentes o embaixador do Brasil em Lisboa, Luiz Alberto Figueiredo Machado, o rei Felipe VI, da Espanha, o ex-primeiro-ministro francês Lionel Jospin, entre outras lideranças políticas europeias.

Temer ressaltou que Soares foi uma figura importante no cenário internacional e intensificou as relações entre Portugal e Brasil. Ele deu a declaração após encontro com o presidente português Marcelo Rebelo. A comitiva brasileira, com exceção do ministro Gilmar Mendes (STF), voltou ontem mesmo ao Brasil.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários