Macau perde público para Caicó

Publicação: 2010-02-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Cezar Alves - Jornal de Fato

Em Caicó, quando um bloco vai descansar o outro cai na folia. Em Macau e Aracati, o intervalo é entre uma festa e outra vai das 5h e 11h. Em Apodi e Almino Afonso, o descanso dos foliões é de seis horas, o mesmo que Areia Branca. O fato é que dormindo ou acordado, estas cidades estão desde ontem ao som de marchinhas, frevo, axé e porque não também muito forró.
Bloco do Mela Mela atrai milhares durante os quatro dias de carnaval em Macau. Já virou tradição na cidade e atrai muitos foliões
O recheio depende da tradição de cada carnaval. Em Macau, é regado com mel e farinha. Em Aracati, é só farinha. Em Caicó, Apodi e Almino Afonso, o mela mela não tem tradição. Nestas cidades a maioria dos foliões brincam em blocos que se distingue pela camiseta e bonés. Este ano os foliões estão usando também um leque personalizados para se refrescar do calor.

E a temperatura vai ferver em Macau esta. Ao menos é o que garante o prefeito Flávio Veras, ao anunciar investimento público/privado de R$ 2 milhões no carnaval da cidade. “Teremos dois palcos no Corredor da Folia, um na Praça da Conceição e outro na Praia de Camapum. “Aqui a folia é regada com muita irreverência, alegria e segurança”, destaca.

No quesito segurança, o prefeito informou que a PM vai enviar 300 homens, a Polícia Civil outros 50 e a Prefeitura contratou 150 seguranças particulares. “Outra preocupação nossa é com saúde. Vamos fazer campanha de conscientização para evitar a proliferação do vírus do H1N1, apesar de faltar álcool gel no mercado”, destaca o prefeito.

Ainda em Macau, o carnaval da cidade se resume num matinê na Praia de Camapum, que começa às 11h, seguido de um arrastão com trio elétrico até a cidade, que fica distante 3 km. A tarde, os foliões se concentram no arrastão do mela mela, este ano puxado por três trios elétricos e três bandas fazendo o percurso ao redor da cidade.  À noite, tem desfiles de escolas de Sampa e dos blocos no corredor da folia. A noite é encerrada com um grande show.

Areia Branca e Macau: programação parecida

A programação do Carnaval em Areia Branca é parecida com a de Macau. Os foliões se concentram na Praia de Upanema e, no final da tarde, saem em arrastão puxado por trio elétrico e banda até o corredor da folia na cidade, uma grande estrutura de camarotes e palco, onde também têm desfiles de blocos, escolas de samba e termina com show. O prefeito Manoel Cunha Neto, no entanto, lamenta a precariedade do acesso a cidade pela BR-110.

Em Aracati, que assim como as demais atrai centenas de mossoroense, a folia durante o dia é nas praias famosas da cidade, como Canoa Quebrada e Majorlândia, e a noite é na área urbana, entre os casarões históricos do centro da cidade. Assim como na praia, os foliões costumam jogar farinha de trigo uns nos outros nos arrastões pela cidade.

Um pouco menor do que em Aracati, o Carnaval em Apodi tem como tradição matinês e arrastões no final da tarde. A cidade superou a questão da falta de água para o Carnaval. Durante a noite, os blocos, que são formados em sua maioria por jovens da região, saem às ruas. A festa é encerrada ao clarear do dia seguinte com show num no largo da folia, estruturado pela Prefeitura na BR-405, entrada da cidade para quem vai de Mossoró.

Na cidade de Caicó, o carnaval se destaca pela pelas festas no Iate Clube de Caicó e no Clube Atlético de Piranhas, que fica distante 25 km da cidade, em Jardim de Piranhas. A festa na cidade mesmo começa às 17h, com a saída as ruas dos blocos Treme Treme e o famoso Alaursa do Poço de Santana (bloco do Magrão). Das 22h até o amanhecer do dia, a festa é na Ilha de Santana.

Também se destaca na região Oeste, os carnavais realizados nas cidades de Alexandria, Tenente Ananias, Guamaré, Alto do Rodrigues e principalmente o município de Almino Afonso. Nesta última, o prefeito Lawrence Amorim informou que a festa está crescendo e ganhando proporções parecidas com a festa do carnaval de Apodi. “Estamos com a cidade lotada”, diz.

O público do Carnaval de Macau é de todas as regiões do Estado, principalmente Natal. Já em Areia Branca, o principal público é de Mossoró, assim como Apodi. Almino Afonso, Alexandria atrai público, além do Rio Grande do Norte, de cidades da Paraíba. Caicó recebe uma grande quantidade de foliões que vem da capital e de vários municípios do sertão paraibano.

No geral, conforme os organizadores dos principais carnavais da região Oeste do Estado, a principal preocupação do folião é com segurança e o tráfego nas estradas. Neste contexto, o carnaval de Macau, considerado o maior do Estado, perde foliões para o Carnaval de Caicó, que apesar de não ser tão intenso quanto o de Macau, é considerado mais seguro. “Sexta-feira, a cada meia hora saía o ônibus de Natal na direção de Caicó”, informa o repórter Sidney Silva.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários