Festival Mada vai para a Arena das Dunas

Publicação: 2014-07-15 00:00:00
A+ A-
Yuno Silva
repórter

Em busca de novos ares e novo fôlego, com o formato de sempre. Essa é a premissa do Festival Mada, que em 2014 levará sua estrutura para a área de eventos no entorno da Arena das Dunas, em Lagoa Nova. A programação de shows ainda não está completa, por enquanto apenas duas atrações estão escaladas, mas as datas já estão definidas: dias 24 e 25 de outubro. “Acredito que o novo local facilita o acesso das pessoas, tem estacionamento e linhas de ônibus para todo lado. Sem falar da novidade do lugar e da estrutura disponível”, justificou Jomardo Jomas, criador do festival, sobre a mudança de endereço. O Música Alimento da Alma surgiu em 1998, no largo da rua Chile, Ribeira, em 2004 muda-se para a Via Costeira e as duas últimas edições os shows voltaram a acontecer no bairro histórico.

Entre os nomes confirmados, Manacá retorna ao Mada e A Banda do Mar faz sua estreia no palco com Marcelo Camelo, Mallu Magalhães e Fred Ferreira. O veterano da soul music Di Melo ganha uma homenagem

Jomas, que atualmente mora no Rio de Janeiro, adiantou ao VIVER por telefone a presença da Banda do Mar, novo projeto do casal Marcelo Camelo e Mallu Magalhães, e a volta da carioca Manacá, da cantora e atriz Letícia Persiles, que passou pelo Mada em 2007 e nos últimos anos estava em banho maria. Outro nome confirmado é o do veterano da soul music tupiniquim Di Melo. “Ainda estamos negociando com duas grandes atrações nacionais e um artista internacional”, informou o produtor. Os dois palcos gêmeos lado a lado, marca registrada do festival que promove shows alternados sem interrupção, permanecem.
Mallu Magalhães e Marcelo Camelo se unem ao baterista português Fred Ferreira para formar a Banda do Mar
Recém-criada, a Banda do Mar também reúne o baterista português Fred Ferreira. Nos planos do trio estão o lançamento de um álbum em agosto e turnê nacional nos meses de outubro e novembro – Natal é a primeira cidade anunciada. No repertório, músicas inéditas e composições das carreiras solo de Camelo e Mallu. A parceria entre Fred e Marcelo vem de antes, o músico lusitano tocou no disco “Vazio Tropical”, do alagoano Wado, produzido pelo ex-Los Hermanos. “Trazer novidades é sempre uma aposta, um risco, mas a tendência é investir na vinda de atrações que ainda não estiveram em Natal, mas nada impede de também sondarmos artistas que já estiveram em edições anteriores”.

A produtora cultural Ana Lira, que esteve à frente do Mada de 2002 a 2011 e que atualmente mora no Recife, “deve vir acompanhando alguma banda de lá”, informou Jomardo Jomas, dando pistas quanto a possibilidade de um nome pernambucano figurar na escalação deste ano.

Clima de festival
A programação deste ano volta a abrir espaço à música eletrônica, e como há restrições de horário para som alto em Lagoa Nova há planos para antecipar o início dos shows, “tipo começar no final da tarde, bem clima de festival”, sugere Jomardo. Para 2014 o Festival Mada já garantiu patrocínio do Governo do RN através da Lei Câmara Cascudo, da Cosern e da Oi/Oi Futuro, mas a captação continua. “A luta para viabilizar um evento do porte do Mada é grande, mas espero que este ano possamos trabalhar com mais folga”.
Veterano da soul music, Di Melo está entre as atrações confirmadas
Para o produtor, o maior gargalo para se promover grandes eventos em Natal são os altos custos de cachê e estrutura, por exemplo. “O preço das passagens aéreas para Natal chegam a ser proibitivos, e quando vamos para a ponta do lápis percebemos o quanto o valor dos ingressos estão defasados. De qualquer forma vamos mantê-los bem acessíveis, além da cota social que sempre disponibilizamos”, avisa.


Deixe seu comentário!

Comentários

  • paulosergio_cbjr

    Tem que ter S.O.J.A, Rastafeeling e DuSouto!!!