Mais dois médicos do RN morrem por covid-19

Publicação: 2020-07-02 00:00:00
A+ A-
O Rio Grande do Norte perdeu mais dois médicos por coronavírus nesta quarta-feira (1º). Os pediatras Nivaldo Sereno, 52 anos, e Paulo Matos de Castro, 64 anos, estavam internados em Unidades de Terapia Intensiva e não resistiram às complicações da doença. Ao todo, pelo menos 21 profissionais de saúde profissionais de saúde do Estado já foram acometidos pelo vírus e faleceram. O número é o mais atualizado do boletim epidemiológico da Secretaria do Estado da Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap).

Nivaldo Júnior foi presidente da Sociedade Potiguar de Pediatria (Sopern) entre os anos de 2010 e 2016 e desde então passou a atuar como vice-presidente do entidade. Ele estava internado numa UTI no Hospital São Lucas, em Natal. A diretoria da entidade emitiu uma nota de pesar. O médico pediatra também era membro da diretoria do Sindicato dos Médicos do RN (Sinmed/RN). Paulo Matos, além de pediatra, também era gastroenterologista e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Ele estava internado há três semanas no Hospital da Liga, na capital potiguar.

A Associação Médica do Rio Grande do Norte(AMR) decretou luto de três dias em memória de médicos e médicas do Estado que que faleceram em decorrência da Covid-19. Em nota enviada à imprensa, a AMR informou que está disponibilizando auxílio psicológico aos familiares dos médicos e médicas que assim desejarem, independente de vinculação estatutária. Os profissionais de saúde seguem sendo uma das categorias mais atingidas pela pandemia do novo coronavírus. De acordo com dados do Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest/RN), o Estado já possui pelo menos 3.981 profissionais de saúde infectados pela doença, o que corresponde a cerca de 13% do total de casos.