Maratona da boa música

Publicação: 2020-07-14 00:00:00
A+ A-
Tádzio França
Repórter      

O projeto cultural e digital Terça da Boa Música inicia hoje a sua maratona semanal de lives. Ao longo de quatro semanas, cantores, cantoras e bandas natalenses vão se apresentar em espaços variados da cidade, às 18h, com shows transmitidos pelo canal do Youtube da Viva Entretenimento, idealizadora da ação. Além de promover os artistas locais, a iniciativa também vai arrecadar doações que serão destinadas a instituições locais, através do Fundo Transforma Brasil no RN.

Créditos: Ana SilvaCantores, cantoras e bandas natalenses vão se apresentar em espaços variados da cidade, às 18h, com shows transmitidos pelo canal do YoutubeCantores, cantoras e bandas natalenses vão se apresentar em espaços variados da cidade, às 18h, com shows transmitidos pelo canal do Youtube


Cada terça-feira do projeto será dedicada a um estilo musical diferente. A idéia é mostrar não apenas a diversidade da música brasileira, como também a versatilidade do artista potiguar. A estréia será no Solar Bela Vista, tendo como tema a MPB e seus clássicos, a cargo da cantora Heli Medeiros e do cantor Pedro Luccas; no dia 28, será a vez dos forrozeiros se agitarem, com shows de Isaque Galvão e Walkyria Santos; já na próxima edição, 11 de agosto, será dia de rock, com Lucinha Lira e banda Mobydick; e no dia 25, o samba vai reinar com o grupo Ribeira Boemia e o bamba Debinha Ramos. A apresentação é de Dani Cruz.

Heli Medeiros afirma que está empolgada com sua segunda apresentação virtual nesses meses de pandemia. “Agora se trata de um projeto super bem cuidado. Há mais de um mês estamos trabalhando no repertório, preparando textos, cenários, pra tudo ficar perfeito”, diz. Ela ressalta que está bem à vontade para cantar e contar a história da MPB ao lado de Pedro Luccas. No repertório vai ter de bossa nova a Caetano Veloso, passando por Vanessa da Mata, entre outros.

A cantora, acostumada a se apresentar bastante na noite, conta que ainda estranha as apresentações virtuais, principalmente pela falta da platéia. “A gente está habituada a cantar olhando para as pessoas, buscando as reações nos rostos delas. Agora não tem isso, e nos obriga a ter uma nova perspectiva. Mas fazemos tudo com o mesmo carinho”, diz ele, que nasceu em Currais Novos e canta profissionalmente há 16 anos. O projeto conta com o patrocínio da Prefeitura do Natal, através da Lei Djalma Maranhão.

O lado socialmente responsável e beneficente do projeto está conectado ao Fundo Transforma Brasil, uma rede de 2.500 projetos e iniciativas sociais espalhadas pelo território brasileiro. A meta é arrecadar 155 mil cestas básicas por mês durante um período de pelo menos dois meses. O projeto deverá beneficiar cerca de 125 mil famílias associadas às instituições participantes. O internauta poderá fazer suas doações pelo QR Code ou pelo WhatsApp. O Transforma Brasil é um movimento de engajamento e mobilização cívica que une voluntários e ONGs através de uma plataforma online.

O produtor Jarbas Filho, idealizador da Terça da Boa Música, afirma que o objetivo maior do projeto é democratizar o acesso das pessoas aos bens culturais do estado, dinamizando e valorizando a arte do músico local através da internet. Jarbas acredita que o formato das lives deve se manter forte durante a pandemia, mas tende a passar depois dela.

“Eu não acredito em lives após a vacina porque o brasileiro gosta de relacionamento, de estar perto, de confraternizar”, diz. Para ele, as lives deverão existir ainda só para projetos especiais, ou como opção para quem não estiver no local poder pagar um valor menor e assistir virtual. “Live única e neste formato atual acho q acaba após a pandemia”, conclui. Todas as apresentações seguirão as regras de higiene entre os músicos e a produção.

Serviço:
Terça da Boa Música. 
Live às 18h, com transmissão do Solar Bela Vista, pelo canal da Viva Entretenimento no Youtube.