Márcio Goiano é o treinador do ABC

Publicação: 2012-05-10 00:00:00
A direção do ABC acabou com o mistério e confirmou o nome de Márcio Goiano como o novo treinador do clube para a série B do Brasileiro. A chegada do técnico está prevista para a tarde de hoje e ele segue direto para o centro de treinamento alvinegro, para ser apresentado ao elenco abecedista. De acordo com Goiano, ele vinha acompanhando o time desde as finais do campeonato estadual. “Venho observando o ABC desde a eliminação do time nas semifinais do segundo turno, quando perdeu para o América e também vi as finais, quando o clube ficou com o vice campeonato. Mas, tudo isso agora é passado. Tenho pouco tempo para trabalhar, mas a torcida pode ter certeza de que o ABC vai entrar forte na série B desde a estreia”, afirmou Goiano.
O técnico alvinegro deve ser apresentado hoje à tarde ao elenco
Sobre contratações e dispensas, o novo comandante alvinegro revelou que ainda não tem uma situação aprofundada do elenco abecedistas, mas, que conversou com o vice presidente de futebol do clube, Flávio Anselmo sobre a chegada de novos jogadores. “Me foi passado que a direção do ABC, até mesmo pela perda do campeonato, já contratou alguns jogadores. Fora isso, conheço alguns atletas que estão no clube e isso vai facilitar um pouco na montagem do time. Agora é trabalhar. Sei da estrutura do clube, do seu projeto de conseguir o acesso para a série A e vamos tentar buscar esse objetivo, que não é só do clube, mas também meu e de toda torcida do ABC”, disse.

Márcio Goiano treinou o Criciúma/SC no início do ano e estava no Red Bull de São Paulo. Em 2010 foi o técnico do Figueirense/SC, que conquistou o acesso, naquela ocasião, para a série A do Brasileiro.

Além da confirmação do novo treinado, alguns novos reforços se apresentaram ontem aos preparadores físicos do clube. O goleiro Andrey, o zagueiro Tiago Garça, o lateral esquerdo Aírton e o atacante Alvinho, que é jogador do ABC, mas estava emprestado ao Santa Cruz/RN.

Para o novo goleiro, a contratação de Márcio Goiano foi uma decisão acertada da diretoria alvinegra. “O Márcio foi treinador e é um técnico ousado, que gosta de jogar para frente. Além disso, é muito amigo dos jogadores, é bom de grupo. Tem tudo para se dar bem aqui”, previu Andrey.

O experiente zagueiro Tiago Garça disse que não conhece o novo treinador, mas está confiante no bom trabalho que Márcio Goiano possa fazer no comando do ABC. “Não conheço o Márcio, mas o desejo uma boa sorte a ele aqui no ABC. Agora, o que importa é que todos se unam para alcançar o objetivo do clube”, finalizou.

Federação de Goiás ameaça o Nazarenão

A decisão da Confederação Brasileira de Futebol de manter o estádio Nazarenão, em Goianinha, como casa do América na Série B do Brasileiro, continua rendendo discussões. A Federação Goiana estaria preparando uma representação contra o ato da CBF, alegando que a decisão seria contra as normas estabelecidas pela própria  mandatária do futebol nacional, em relação aos estádios para a disputadas dos campeonatos brasileiros da primeira e segunda divisões, como também vai de encontro contra o Estatuto do Torcedor.  O Goiás é o adversário americano na estreia da segunda divisão, dia 19 de maio, em jogo marcado para a praça esportiva de Goianinha.

Alheio aos problemas extra campo, a diretoria rubra segue reforçando o elenco para a disputa da série B do Brasileiro. E, assim como foram nos primeiros nomes divulgados, vários jovens jogadores estão chegando. Nesta quarta-feira foram confirmados os nomes do zagueiro Bruno Costa, que estava no Boavista/RJ, o meio campo Ewerton, do Fluminense e Juninho, atacante do Bonsucesso, equipe carioca. Além desses chegaram também o lateral esquerdo Gustavo Goiano, do Ituano/SP e Fabrício, meio campo que começou sua carreira no Paysandu/PA e defendeu o Boavista no campeonato carioca.

A chegada desses jogadores é esperada para o final desse semana.

Além de se reforçar, o América vem tomando providências para manter seus principais jogadores. O meio campo Fabinho, atleta mais cobiçado depois de ser eleito o melhor jogador do campeonato potiguar, teve seu contrato estendido até 2014 e sua multa rescisória está avaliada em R$ 1 milhão. Tudo isso para evitar que o volante deixe o rubro. Alguns clubes importantes do futebol brasileiro, como o Goiás e o Fluminense/RJ, andaram sondando o jogador. O Palmeira/SP tentou contratar o atleta, mas direção rubra só libera Fabinho depois da série B ou mediante o pagamento da multa rescisória.