Viver
Marcos Silva reúne textos sobre legado intelectual de Moacy Cirne
Publicado: 00:00:00 - 10/08/2018 Atualizado: 22:42:12 - 09/08/2018
Poeta, artista visual, teórico do cinema e dos quadrinhos, o potiguar de São José do Seridó, Moacy Cirne (1943-2014), deixou um precioso legado intelectual que ainda hoje é estudado local e nacionalmente.

Kamilo Marinho
Livro traz as múltiplas facetas de Moacy Cirne, poeta e teórico de quadrinhos e cinema

Livro traz as múltiplas facetas de Moacy Cirne, poeta e teórico de quadrinhos e cinema


Livro traz as múltiplas facetas de Moacy Cirne, poeta e teórico de quadrinhos e cinema

Suas várias facetas foram esmiuçadas por diversos autores no livro “Moacy Cirne, Moacys Cirnes - Quadrinhos, Cinema, Literatura & Cia”, cuja organização é do professor da USP Marcos Silva, companheiro de geração e amigo dileto do potiguar. A obra será lançada em Natal nesta sexta-feira (10), a partir das 16h, na Livraria Cooperativa Cultural da UFRN (Centro de Convivência).

Publicado pela editora paulista LCTE, o livro faz jus ao legado intelectual, humanístico, literário e artístico do seridoense. Nas 410 páginas da obra os autores convidados abordam o lado poeta de Moacy, que foi um dos fundadores do Poema-Processo, em 1967; o lado cinéfilo e teórico da sétima arte, que na década de 60 criou junto à amigos o Cineclube Tirol; e a vertente de fã e pesquisador de quadrinhos, que o fez de Moacy pioneiro nos estudos de HQs no Brasil. Como afirma a sinopse, trata-se de uma justa homenagem àquele que tanto contribuiu para a cultura brasileira e potiguar.




Leia também