Matrículas por cotas crescem no Brasil, diz pesquisa

Publicação: 2018-12-06 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A quantidade de matrículas por cotas no ensino superior público do Brasil aumentou de 2009 a 2016, ao passar de 1,5% para 5,2%. No mesmo período, houve aumento (28,1%) também na proporção de matrículas em universidades privadas com o ProUni – de 5,7% para 7,3%.

Nos cursos de nível superior (bacharelado) presencial em instituições públicas, as matrículas registraram aumento de 809 mil para 1,2 milhão. No mesmo período, os números foram maiores nas instituições privadas. As matrículas nesses cursos cresceram de 2,8 milhões para 3,9 milhões.

A taxa de ingresso ao ensino superior dos alunos que tinham cursado os anos anteriores em escola privada é mais que o dobro a dos que estudaram na rede pública. A diferença é grande entre os que concluíram o nível médio na rede pública. Entre os alunos 35,9% conseguiram ingressar no ensino superior, enquanto os de instituições privadas foram 79,2%.

Os dados fazem parte da Síntese dos Indicadores Sociais 2018, divulgada nesta quarta-feira, 5, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).



continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários