Mensalão há 15 anos

Publicação: 2020-08-06 00:00:00
A+ A-
Alex Medeiros
alexmedeiros1959@gmail.com 

O tempo passa e os ladrões voam em poltronas de primeira classe, tanto em aviões quanto em tribunais. Era junho de 2005 quando explodiu o escândalo do mensalão, a compra de votos e distribuição de propina no governo Lula. Começou com um tal Maurício Marinho recebendo uma mesada de três mil reais em nome de Roberto Jefferson. Tudo filmado e exibido no horário nobre da TV e com manchetes nos jornais e debates nas emissoras de rádio.

No exato dia estreava na FM Tropical o programa Questão Política, uma espécie de mesa redonda com discussões sem freio, ancoradas por Franklin Machado. Como não poderia ser diferente, o escândalo dos Correios (onde trabalhava o tal Maurício) dominou a pauta da estreia e os dias posteriores. E quando surgiram os protestos, meu velho amigo Ugo Vernomentti traçou umas quadrinhas e me deu para ler no ar. Agora publico para marcar a data debutante.

A primavera da vassoura 
(Ugo Vernomentti)

Até que enfim o gigante adormecido
se levantou pra fazer uma faxina
não suportava toda essa fedentina
que deixava o ambiente apodrecido

O jovem, o velho, o menino e a menina
chamaram todos ao gesto sanitário
para se unirem num ato solidário
em protesto contra a quadrilha cretina

Chega de roubo, de assalto no erário
vamos varrer do Brasil essa sujeira
ninguém agüenta tanta roubalheira
de mensaleiro, de político salafrário

Pegue a vassoura minha gente brasileira
arranque o lixo de debaixo do tapete
e ninguém tema o pelego ou o piquete
dos aloprados e da choldra “governeira”

Passe a vassoura na rua e palacete
para espanar a propina e o mensalão
chegou a hora de acabar a omissão
a coisa muda nem que seja no cacete

Hoje milhares, amanhã é um milhão
é o Brasil acordando pra limpeza
varrendo enfim a política da esperteza
e a imundície oficial da corrupção

Créditos: Divulgação



Ajuda alimentar
O governo Fátima Bezerra vai distribuir cestas básicas para minorias, com o auxílio de verbas do governo Bolsonaro. Mas o critério dos beneficiados será das lideranças de entidades e não das prefeituras que já possuem cadastro dos mais necessitados.

PT mais junto
O nome do programa governamental é RN Mais Junto, mas podem chamar com o título ali de cima, pois é enorme a quantidade de lideranças de entidades candidatas a vereador (de quais partidos?). Adivinhem para que servirá a nova caridade petista?

Volta às aulas
Em Portugal o retorno das aulas no ensino superior irá privilegiar as atividades presenciais e aumentar a carga horária com aulas também aos sábados. E com uso obrigatório de máscara, uso frequente de álcool e desinfecção diária das faculdades.

Dois papas
Para alguns jornalistas europeus que cobrem o Vaticano há uma questão tão grave quanto a fragilidade da saúde de Bento XVI: uma renúncia do papa Francisco no caso do papa emérito falecer. Por mais de uma vez Bergoglio insinuou essa desconexão.

Correspondente
A jornalista Lúcia Matias, que já atuou nas quatro redes de TV aberta de Natal e hoje reside em Coral Springs, na Flórida, está participando diariamente do jornal Hora do Café, na 95 FM, com notícias quentinhas dos EUA e vizinhança.

Mistério
Um novo estudo revela a origem dos monólitos de Sarsen, usados para construir Stonehenge, o monumento na Inglaterra com mais de 4,5 mil anos. As pedras foram transportadas por terra (não por água) por mais de 20 km.

Mistério II
A Netflix exibe a série “Mundo Mistério”, do diretor e roteirista brasileiro Felipe Castanhari, dono do badalado canal Nostalgia, no YouTube. Seus vídeos provocam urticária em acadêmicos, que não acatam as suas interpretações.

King Kong 86
Sempre que se fala do gigantesco gorila no cinema, destacam-se os filmes de 1933, 1962 e 1967 (ambos da Toho), 1976, 2005, 2016, 2017 e 2020. O esquecido filme de 1986 (sequência de 76) está em exibição na Oldflix.com.br.



Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.