Meta do ABC para este ano é quitar as dívidas

Publicação: 2020-06-30 00:00:00
A+ A-
O aniversário de 105 anos do ABC encontra o clube em um momento financeiro difícil, mas com a esperança renovada de dias melhores. O presidente Bira Marques destacou que a agremiação trabalha para superar esse momento de dificuldade e que essa questão faz parte da história de qualquer instituição. “O ABC é forte, tem história e sempre conseguiu superar os momentos de dificuldades financeiras, se fortalecendo e ficando bem maior. Somos atualmente um gigante do futebol do Nordeste. Temos uma história linda e ficou orgulhoso de estar à frente desta entidade neste momento”, destacou o dirigente, que se mostra empenhado em garantir um futuro pródigo para toda família alvinegra.

Créditos: Comunicação ABCNa live de festa, Bira Marques, Vinicius Leandro e RichardsonNa live de festa, Bira Marques, Vinicius Leandro e Richardson


A data de aniversário marca em 2020, o retorno dos atletas para recomeçar a temporada, uma vez que assim como o América, os alvinegros possuem planos de deixar o RN para regressar aos treinamentos, caso não haja o relaxamento das medidas restritivas no plano de combate a Covid-19, com a liberação dos trabalhos nos clubes. A resposta ao pleito realizado pela Federação Norte-rio-grandense de Futebol as autoridades sanitárias, será dada hoje, quando o comitê científico irá se reunir novamente para avaliar a situação da pandemia nas terras potiguares.

“Os atletas já estão começando a chegar em Natal, desde domingo aqueles que viajaram estão chegando em pequenos grupos. Nós iremos iniciar nossa testagem obedecendo o protocolo da CBF, não iremos partir para os testes rápidos, devido a grande incidência de falsos negativos. Nós já temos alternativas para retornar aos treinamentos para encarar o restante da temporada, que irá se iniciar com a Copa do Nordeste”, informou o dirigente.

A meta do clube é iniciar a intertemporada amanhã, mas a definição do local que irá depender da solução apresentada pelo governo estadual. Caso seja liberado o funcionamento dos clubes, os treinos serão realizados dentro do próprio complexo Vicente Farache, mas se não ocorrer o relaxamento do decreto de isolamento social, a diretoria vai verificar junto a comissão técnica e o departamento médico uma alternativa para abrigar os trabalhos, em um estado vizinho.

O acúmulo das questões trabalhistas é o maior entrave da gestão atual, segundo o dirigente, mas ele destacou que a questão não foi gerada numa única administração, mas sim em várias delas, justamente em decorrência das dificuldades enfrentadas por outras diretorias. Mas o clube se encontra unido, trabalhando algumas alternativas para sanar a situação.

“Mesmo frente a todos esses problemas financeiros, que vez ou outra atingem uma instituição do porte do ABC, nós não deixamos de ganhar títulos e a cada ano, nosso torcedor fica mais apaixonado pelo clube”, ressaltou Bira.

Em relação a equipe, o presidente abecedista, que se viu obrigado a desonerar a folha salarial em R$ 80 mil nos últimos dias, iniciou o processo de reposição das peças, com a contratação de Tiago, do Santa Cruz de Natal, e também está perto de anunciar novos contratos com os meio-campistas João Paulo e Jaílson.

O treinador Francisco Diá espera mais a contratação de um goleiro, um meio-campista armador de jogadas e mais um atacante de velocidade, para complementar o elenco. O zagueiro Ítalo, de 16 anos, foi profissionalizado pelo clube e integrado ao elenco que irá disputar a Copa do Nordeste, o Estadual e a Série D do Brasileiro.





Deixe seu comentário!

Comentários