Meu Programa Legal: As novas cores do carnaval

Publicação: 2020-01-24 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Rafhael Carvalho tem 35 anos e é o produtor cultural. Dentre alguns dos seus projetos, um recentíssimo e que tem tudo pra dar o que falar é o Bloquíssimo, bloco de prévia que estreia nessa temporada de carnaval em Natal. A saída é no dia 1º de fevereiro, com a folia sendo puxada do Casanova Bar até o Arena das Dunas por uma banda formada só por mulheres, a Bandíssima, com participação de Priscilla Freire. Mas na programação ainda consta nomes de peso, como Kaya Conky, Omulu, Luisa e Os Alquimistas, djs e a grande atração: Pabllo Vittar. Ingressos para os shows já estão à venda, basta acompanhar as redes sociais do bloco.

Créditos: CedidaRafhael  Carvalho, Produtor CulturalRafhael Carvalho, Produtor Cultural
Rafhael Carvalho, Produtor Cultural

O produtor explica que a ideia de promover um evento de carnaval surgiu da necessidade de ver na festa um bloco que levantasse a bandeira da diversidade. “Nunca houve um bloco com essa identidade e postura antes. Natal nunca teve um bloco que levantasse a bandeira LGBT+. Então quis fazer esse bloco com cara de manifestação cultural, com mulheres comandando o trio, drags natalenses, misturar todas as cores em um só bloco”, comenta Rafhael. Além do bloco, sua produtora, a Maquinara, realiza os festivais Samambaia e Na Ladeira.

Mas praquele que está sempre por ai produzindo eventos, a noite não é só de trabalho não. Ele tem seus momentos de lazer também, de curtição do que a cidade tem a oferecer. No Rio Grande do Norte, seus lugares favoritos são Galinhos, Pipa e Ponta Negra. No quesito restaurante, é fã de carteirinha do Curva do Vento, onde tem seu prato favorito a pizza Sinfonia Marítima. Já para momentos de muito diversão com amigos, normalmente ele costuma ir ao Casanova (Candelária), Santa Madre (Lagoa Nova) e Bar 294 (Petrópolis).

Questionado se sente falta de algo na programação de lazer da cidade, Rafhael afirma que a capital potiguar nos últimos anos tem ganhado novos projetos culturais interessantes, como Ecopraça e Festival Camomila. Ele ainda ressalta que o Na Ladeira, da sua produtora, também chega para somar no cenário natalense.

Em casa, nos seus momentos de filmes e leituras, ele sabe muito  bem o que indicar. “Pra onde vai o amor?”, do escritor Fabricio Carpinejar, é sua sugestão de livro. A obra oferece uma série de textos sobre amor, desilusão amorosa, casamento, divórcio, saudade e outros sentimentos que compõem os relacionamentos. De filme, a dica é “Direito de Amar”, do diretor Tom Ford, e com Colin Firth e Julianne Moore como protagonistas.





Deixe seu comentário!

Comentários