Meu Programa Legal: Lugares criativos para curtir

Publicação: 2020-01-10 00:00:00
Cristian Sarmento sempre gostou de ver e viver o que acontecia na gastronomia, música, arquitetura e cultura. Fez um pouco de tudo, até que todos os caminhos o levaram à cozinha. Hoje ele trabalha no projeto gastronômico Arupema Cozinha, localizado na Casa da Ribeira. “Lá me sinto muito realizado. Tem sido uma construção muito gratificante. Entendo que atender e conversar com as pessoas no balcão é a melhor forma de aprimorar o meu trabalho de cozinheiro”, conta.

Créditos: DivulgaçãoCristian Sarmento, Chef de cozinhaCristian Sarmento, Chef de cozinha
Cristian Sarmento, Chef de cozinha

O assuense que mora há 12 anos em Natal acabou por unir seus gostos por cozinha e arte num lugar só. “Hoje meu lugar favorito é a Casa da Ribeira, não apenas porque meu projeto está fixado lá, mas por ter redescoberto a Ribeira e conviver com pessoas criativas que valorizam o que é feito aqui no RN. Outro lugar/programa favorito é o samba da quinta-feira no bar da Nazaré, que fica nas imediações do Beco da Lama.

Minha praia favorita é a de Tourinhos, em São Miguel do Gostoso, que por sinal é meu destino certo em qualquer oportunidade que possa dar uma escapada. Jantar no Sampei é a melhor experiência gastronômica que já tive em Gostoso, os pratos são muito saborosos, bem elaborados e com ingredientes de primeira qualidade. Ah, e em Tourinho é obrigatório comer o pastel de lagosta vendido num carrinho próximo às barracas.

Para enumerar  os restaurantes vou começar por um bom café da manhã no Mercado da Redinha, comendo ginga com tapioca. Para o  almoço, costumo ir ao  Restaurante da Totóia. Recomendo de entrada uma patola de caranguejo e como  prato principal a galinha à cabidela. Meus bares favoritos são Meu Barraco Boteco Bistrô, Confeitaria do Atheneu, Real Botequim, Bar da Cobra Choca e o Bar do Zé Reeira.

Uma boa leitura para o fim de semana é a autobiografia 'Verdade Tropical', do Caetano Veloso. Onde o autor faz relatos  sobre o  movimento da tropicália. Dentre os filmes que me marcaram nos últimos tempos indico o documentário 'Fevereiros', que trata da relação da Maria Bethânia com as festas religiosas de Santo Amaro da Purificação. Já entre as obras ficcionais, destaque para 'Bacurau', possivelmente o filme nacional de maior repercussão de 2019, e o argentino 'Relatos Selvagens'. Ah, vou acrescentar dicas de peças teatrais: assistir 'Abrazo', do  Clowns, e 'Canudo se Apaixona', do George Holanda, é uma boa pedida. Estou ansioso para ver 'Jacy', do Carmin.

No momento sinto falta de uma boa casa de drinks em Natal. Na recente viagem que fiz a Fortaleza para o réveillon conheci o Zelig Drink Bar, quero um aqui também (rsrs). O lugar é sofisticado, tem ambiente acolhedor e despretensioso e os drinks servidos são sensacionais. Além disso, mais teatros e mais restaurantes autorais que valorizem os nossos produtos.”