MI libera R$ 39,3 milhões para obras de Oiticica

Publicação: 2017-11-18 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O senador Garibaldi Alves Filho e o deputado federal Walter Alves, ambos do PMDB, receberam, no início da noite desta sexta-feira (17), a confirmação, no Ministério da Integração Nacional, da liberação de R$ 39,350 milhões para a Barragem de Oiticica. O reservatório está com 55% das obras físicas concluídas.

Cerca de 150 homens trabalham nas obras da barragem de Oiticica
Cerca de 150 homens trabalham nas obras da barragem de Oiticica

“Recebemos a confirmação, através do ministro Helder Barbalho, de que os recursos já foram repassados para o Governo do Estado. Fico muito feliz com essa notícia. A barragem de Oiticica é uma obra muito importante para o Rio Grande do Norte porque faz parte do complexo de obras da transposição do rio São Francisco”, disse o deputado federal Walter Alves.

O valor disponibilizado agora faz parte do recurso financeiro da 32ª parcela ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte. De acordo com informações do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), em Barra de Santana, cerca de 150 operários trabalham, diariamente, nas obras para que a mesma seja concluída com o menor tempo possível.

Aproximadamente, 1.500 pessoas realocadas irão morar no local, onde mais de 80% da terraplenagem já está pronta e as primeiras casas já foram construídas, assim como as edificações institucionais, igreja, creche, praça, casa de saúde, escola e centro comercial. O novo cemitério da comunidade também está com 80% de suas obras concluídas.

A Barragem de Oiticica fica localizada no município de Jucurutu, na região Seridó, a 260 quilômetros de Natal, e quando concluída, beneficiará direta e indiretamente cerca de 500 mil pessoas em 17 cidades do Rio Grande do Norte. Com capacidade para 560 milhões de metros cúbicos de água, será o terceiro maior reservatório do estado. A barragem vai represar águas do rio Piranhas/Açu, que deve ser perenizado com a integração do rio São Francisco.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários