Miguel Nicolelis e Sérgio Rezende vão assessorar governos do NE no combate ao coronavírus

Publicação: 2020-03-31 15:57:00
A+ A-
O cientista Miguel Nicolelis confirmou nesta terça-feira (31) que vai coordenar, junto com o ex-ministro de Ciência e Tecnologia Sérgio Rezende, uma comissão científica para assessorar o Consórcio Nordeste, grupo que reúne os governos dos nove estados da região. De acordo com Nicolelis, o trabalho vai servir para orientar as ações de combate ao coronavírus.
Créditos: Alex RégisCientista Miguel Nicolelis vai coordenar a comissão junto com o ex-ministro Sérgio RezendeCientista Miguel Nicolelis vai coordenar a comissão junto com o ex-ministro Sérgio Rezende
No início da tarde, o governador Rui Costa, da Bahia, divulgou um vídeo explicando que a comissão vai divulgar boletins diários com sugestões e orientações para os estados nordestinos. Segundo ele, essas orientações vão desde protocolos e procedimentos médicos até a mobilização da cadeia produtiva para a fabricação de materiais e insumos.

A primeira reunião do Comitê Científico aconteceu nesta terça-feira. Além de Nicolelis e Rezende, o grupo ainda vai contar com outros especialistas indicados pelos estados, como médicos, cientistas, físicos e pesquisadores brasileiros reconhecidos internacionalmente. O Comitê ainda fará reuniões periódicas com autoridades científicas brasileiras e de outros países, a exemplo da Itália, da Alemanha e da China, para discutir soluções na tentativa de frear a disseminação de casos da Covid-19. 
Créditos: Elisa ElsieO indicado do Governo do RN para a comissão foi o professor Ricardo ValentimO indicado do Governo do RN para a comissão foi o professor Ricardo Valentim
Do Rio Grande do Norte, o indicado foi o professor Ricardo Valentim, doutor em Engenharia Elétrica e de Computação, diretor do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) do Hospital Onofre Lopes em Natal. "Nossa atuação no Comitê Científico irá ajudar a organizar a cadeia produtiva, o ecossistema econômico, social e de saúde dos estados e do Estado brasileiro. Nosso papel é de observar e analisar o que está acontecendo em todo o mundo para que os governadores do Nordeste possam ter modelos propositivos", explicou Valentim.

Na última sexta-feira (27), os governadores do Nordeste divulgaram uma carta informando que iriam manter as medidas  de isolamento social como forma de conter a propagação do novo coronavírus, mesmo contrariando a opinião do presidente Jair Bolsonaro.



Atualizada às 16h52






Deixe seu comentário!

Comentários