Miguel Nicolelis integra lista de personalidades mundiais

Publicação: 2014-12-24 00:00:00
A+ A-
O cientista brasileiro Miguel Nicolelis integra a lista das 50 personalidades mundiais de 2014 do site norte-americano Verge, uma referência no mundo da ciência, tecnologia, arte e cultura. O nome dele foi citado pelas pesquisas do projeto “Andar de Novo”, apresentado de forma relâmpago na solenidade de abertura da Copa do Mundo do Brasil. O projeto foi desenvolvido durante anos pelo neurocientista, que é torcedor do Palmeiras. Apaixonado por futebol, Nicolelis escolheu o maior evento esportivo do mundo para mostrar um jovem paraplégico que se movimentava com ajuda de um exoesqueleto. Quem esteve no estádio, na abertura da Copa, pode ver o que a TV não mostrou: um jovem chutando uma bola colocada sobre uma esteira, à beira do gramado.
Nicolelis usa twitter para agradecer mensagens de internautas e anunciar novidades para 2015
A Fifa reconheceu que houve falha da equipe responsável pelas geração das imagens, mas os poucos segundos no ar, sem que ninguém explicasse o que estava ocorrendo e em meio a apupos contra a presidente Dilma Rousseff, foram entendidos como um boicote a projeto pelo fato de o cientista ter declarado apoio ao projeto de reeleição da petista.

No mês passado, o Ministério da Educação foi criticado por ter anunciado, via Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Instituto Internacional de Neurociências de Natal (IINN) uma parceria pela qual repassaria R$ 247,6 milhões ao Campus do Cérebro, em Macaíba, para desenvolver pesquisas sobre reabilitação e aplicações de neurociência  e oferecer cursos de pós-graduação nesta área.

Ontem, Nicolelis usou seu perfil no microblog Twitter para agradecer às mensagens de felicitações de internautas e também fazer uma espécie de desabafo. “Fomos atacados por criar novo Campus no Nordeste, depois de 10 anos  promovendo saúde maternal, educação científica e ciência de ponta.” E complementou: “A resposta virá logo: amanhã começo a postar as novas fotos do Campus do Cérebro.”

Nicolelis reclamou que desde a eleição “a perseguição tem sido feroz e contínua. Mas notícias em breve vão calar os canalhas.” O Projeto Andar de Novo, segundo ele, dá sotaque brasileiro à lista Verge.