Milu

Publicação: 2020-01-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Itamar Ciríaco 
itamar@tribunadonorte.com.br

"Quem cai uma vez vai cair três, só que eu to caindo pela décima vez". Calma, o assunto aqui não é Série D do Campeonato Brasileiro, embora o tema possa justificar parte dessa situação vivida pelo futebol potiguar. Esse é o trecho de um dos últimos sucessos do cantor Gustavo Lima, que se apresenta no próximo dia 19, num show na praia de Pirangi do Norte, distante 26km de Natal. De acordo com dirigentes, esse espetáculo musical foi o motivo para adiar o clássico entre América e ABC, antes marcado para o domingo (19), mas que agora será disputado na quarta-feira (22) à noite. Os eventos seriam concorrentes. Nesse caso, então, melhor transcrever mais um pouco desse grande sucesso de Gustavo Lima: "Cê fica Milu e Milu e me iludindo..."

Milu 1
O maior problema de adiar o jogo devido a um show é que está se desvalorizando o produto futebol. Ou seja, a mensagem que é passada para o mercado em geral é que o espetáculo de Gustavo Lima e Thiaguinho é um produto mais importante e interessante que o América x ABC.

Benzedeira
A benzedeira é uma tradição antiga que ainda sobrevive na nossa região. Para quem não conhece, benzer é uma atividade, muitas vezes considerada curandeirismo, destinada a curar uma pessoa doente, aplicando sobre ela gestos, em geral acompanhados por alguma erva, ao tempo em que se aplica uma prece. Elas, ou eles, são buscados, por vezes, para curar, principalmente, outra crendice nordestina, o "mau-olhado", que seria a inveja se transformando em doença. Pois é, folclore ou não, o volante do ABC, Valderrama bem que poderia buscar os serviços desses profissionais. Considerado um dos bons nomes do Alvinegro na temporada, o camisa 5 passou por tudo de ruim em apenas três rodadas do Campeonato Potiguar. Na primeira foi expulso quando já estava para ser substitído. Foi criticado pela irresponsabilidade na jogada que resultou no cartão vermelho. Na segunda rodada cumpriu suspensão. Neste domingo voltou a ser titular, sofreu uma contusão no braço, passará por cirurgia e ficará afastado do futebol por dois meses. Reza Valderrama.

Destaque
Por outro lado, o camisa 5 do América, César Sampaio vive um momento mágico. O jogador pode ser considerado um dos melhores da competição local, até o momento. Além da consciência tática, Sampaio tem se mostrado impecável tecnicamente falando para a sua posição de volante. Contra o ASSU, na goleada por 7 a 0 ele foi responsável por armar a marcação que "matou" o Camaleão do Vale e abriu as portas para a construção do marcador dilatado, na Arena das Dunas. Com a volta de Leandro Melo, para jogar ao seu lado, o meio campo americano tende a ser destaque nesse certame.

Lamentável
Em Goianinha, o carro do árbitro Leandro Barchz foi depredado após Palmeira 0 x 1 ABC. Um Boletim de Ocorrência foi feito e o ato criminoso será investigado. Clube mandante, o Palmeira pode sim ser punido pois tem a obrigação de oferecer segurança aos profissionais que trabalham em seu estádio, o Nazarenão.

Lamentável 1
Para piorar as coisas, o Palmeira expõe o árbitro em sua rede social chamando a atuação do juiz de “palhaçada”. Amadorismo que pode custar caro ao time de Goianinha. O clube será acionado desportivamente no TJD/RN e civilmente pelo árbitro.

Lamentável 2
O América atuou dois jogos no Campeonato Potiguar 2020 sem a presença de seu torcedor. Reencontrou a torcida, fez 7 a 0 no ASSU e lidera a competição local com um salde de gols impressionante em apenas três partidas. No entanto, alguém entra com um rojão na Arena das Dunas e dispara em direção ao gramado. Resultado, o fato foi parar na súmula do jogo e o clube poderá ser punido, mais uma vez, por essa atitude. Lamentável esse comportamento.

Discordo
Respeitar profissionais, em qualquer área, é mais que educação, é obrigação do jornalista. No entanto, isso não nos impede de discordar. Após o jogo América 7 a 0 ASSU, o técnico do time assuense disse que seu time dominou boa parte do jogo e que jogou de igual para igual. Discordo da avaliação do bom técnico Jocian Bento. Na realidade, a posse de bola à qual ele se refere se limitava a um toque de bola nas imediações do próprio gol do ASSU que causavam mais risco ao próprio time do que ao América, uma vez que os inúmeros erros deixavam o Alvirrubro com a possibilidade de chegar rapidamente ao gol de Agenor. Verdade que o time atacou, mas a forma como o fez acabava deixando brechas para os contra-ataques perigosos do time de Waguinho Dias. Não basta ter um esquema pronto na cabeça do técnico para que isso funcione no jogo, precisa-se contar com a qualidade técnica de seus atletas para cumprir o planejado. Além disso, um plano B deve estar pronto para o dia em que essa tática planejada não esteja funcionando. Acho que um 7 a 0 é prova inequívoca que esse dia havia chegado.

UFC
A potiguar Claudinha Gadelha volta a lutar no sábado que vem, no UFC 246, lá em Las Vegas. Força para a nossa atleta.






continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários