Mistura de ceticismo com desconhecimento afeta soluções ambientais, diz Barroso

Publicação: 2020-09-22 00:00:00
Ao abrir a audiência pública sobre o Fundo do Clima na manhã desta segunda-feira, o ministro Luís Roberto Barroso, do STF, afirmou que dois fatores afetam as soluções 'necessárias e urgentes' para os problemas ambientais, especialmente os que estão associados à mudança climática: 'uma mistura de ceticismo com desconhecimento' e o 'egoísmo'. 

saiba mais

Relator de uma ação na qual partidos políticos alegam suposta omissão do governo Bolsonaro quanto às políticas de preservação do meio ambiente, Barroso avalia que os temas discutidos na audiência envolvem uma questão de Justiça intergeracional - "o dever com os nossos filhos e netos de não entregarmos a eles um planeta arruinado", frisou.

"Há na minha visão dois problemas que afetam as soluções que considero necessárias para os problemas ambientais, especialmente os que estão associados à mudança climática. Em primeiro lugar, uma mistura de ceticismo com desconhecimento, apesar de a grande maioria dos cientistas afirmar que este é um grande problema e que ele vem se agravando. A segunda posição que dificulta um pouco o enfrentamento dessa matéria é que o impacto ambiental que se produz hoje só vai produzir efeitos reais e negativo sobre a vida das pessoas daqui a 25 ou 50 anos, portanto daqui a uma ou duas gerações, o que leva a um certo egoísmo, inato na condição humana, em adiar soluções que na verdade são urgentes", declarou o ministro.

Barroso disse ainda que considera a mudança climática e o aquecimento global 'questões definidoras do nosso tempo'. O ministro agendou as audiências sobre o Fundo Clima, em junho, no âmbito de ação na qual partidos de oposição - PSB, PSOL, Rede e PT - alegam 'atos comissivos e omissivos da União que comprometeriam o adequado funcionamento do Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (Fundo Clima), bem como o direito de todos os brasileiros a um meio ambiente saudável'. As audiências continuam nesta terça-feira (22). 












Leia também: