Monumento dos Mártires no RN recebe visita de cardeais

Publicação: 2017-05-19 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Os cardeais Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo, e Raymundo Damasceno Assis, arcebispo emérito de Aparecida (SP), conheceram o Monumento dos Mártires, na comunidade de Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante, no final da tarde de ontem (18). Na ocasião, houve a celebração de uma missa, presidida por Dom Cláudio, concelebrada pelo Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, e sacerdotes.

Celebração da missa foi presidida pelo arcebispo de Natal, D. Jaime
Celebração da missa foi presidida pelo arcebispo de Natal, D. Jaime

Algumas autoridades, como o prefeito do município de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio, além de vários fiéis leigos, e o capelão do Santuário dos Mártires, padre Antônio Murilo, participaram da celebração.

Em 2016, Dom Cláudio Hummes apresentou o pedido da canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu – os protomártires do Brasil – ao Papa Francisco. “O Papa já havia canonizado outros beatos históricos antigos e que não há mais muita documentação a ser levantada. Ele já canonizou o beato Anchieta, o Padre Fabro, um dos fundadores da Companhia de Jesus. Numa audiência que tive com ele, me recordei destes nossos mártires brasileiros”, contou o cardeal sobre a conversa que teve com o Santo Padre, durante a qual defendeu a canonização dos mártires potiguares.

Durante a homilia da missa, no final da tarde de ontem, Dom Cláudio enfatizou que os mártires de Cunhaú e Uruaçu eram pessoas simples. “Eles eram pessoas comuns, como nosso povo simples. Na audiência que tive com o Papa Francisco, eu disse a ele que a grandeza dos nossos Mártires é exatamente porque eram pessoas comuns, do meio do povo”, disse. “O primeiro sangue cristão que regou o solo brasileiro, em nome da fé, foi o dessas pessoas, aqui, no Rio Grande do Norte”, destacou.

Dom Cláudio Hummes e Dom Raymundo Assis participaram de celebração, em Uruaçu
Dom Cláudio Hummes e Dom Raymundo Assis participaram de celebração, em Uruaçu

Os mártires potiguares serão canonizados pelo Papa Francisco, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, no dia 15 de outubro deste ano. O Arcebispo de Natal, Dom Jaime, já fez o convite a Dom Cláudio Hummes para presidir a celebração em ação de graças, que acontecerá na Arquidiocese de Natal, no dia 28 de outubro.

Nesta sexta-feira (19), os cardeais, acompanhados do arcebispo Dom Jaime, irão visitar a capela de Nossa Senhora das Cadeias, em Cunhaú, no município de Canguaretama.

No engenho Cunhaú, aconteceu o martírio, em 16 de julho de 1645, quando foi morto o Padre André de Soveral e vários leigos. Em Uruaçu, em 3 de outubro do mesmo ano, foram mortos o Padre Ambrósio Francisco Ferro, o leigo Mateus Moreira e outros leigos. Nas duas comunidades, o número de leigos assassinados foi de 28.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários