Morre o artista plástico Dorian Gray Caldas; velório acontece nesta terça-feira, na Pinacoteca

Publicação: 2017-01-23 20:11:00 | Comentários: 0
A+ A-
O artista plástico, poeta e crítico de arte Dorian Gray Caldas morreu nesta segunda-feira, às 18h30. Considerado o maior artista vivo do Rio Grande do Norte, Dorian tinha 86 anos e estava há 12 dias internado no Natal Hospital Center com pneumonia e problemas renais. De acordo com a neta Isabel Caldas, a princípio sua morte foi decorrente de um infarto fulminante. “Antes de se internar meu avô cumpria sua rotina diária, apesar das limitações, pintava, lia, só não estava escrevendo como antes. Andava meio fraquinho”, recorda Isabel. O corpo do artista será velado nesta terça-feira (24), a partir das 7h, na Pinacoteca do Estado (Cidade Alta). Às 15h30 será celebrada uma missa de corpo presente, com cortejo de despedida saindo às 16h30 para o cemitério Morada da Paz, em Emaús.
 
Adriano AbreuDorian Gray tinha 86 anos e estava internado no Natal Hospital Center com pneumonia e problemas renaisDorian Gray tinha 86 anos e estava internado no Natal Hospital Center com pneumonia e problemas renais

Nascido em Natal-RN, em 16 de fevereiro de 1930, Dorian Gray Caldas é reconhecido no Brasil e no exterior por seus trabalhos com pintura, escultura, cerâmica, tapeçaria, desenho e poesia. Ao lado de Newton Navarro e outros de sua geração, contribuiu para a modernização das artes visuais no RN.

A estreia nas artes visuais foi em 1950, junto com os pintores e grandes amigos Newton Navarro e Ivon Rodrigues, no 1º Salão de Arte Moderna de Natal, evento organizado por eles e que repercutiu na cidade. Seu lançamento público na literatura foi 11 anos depois, com a publicação em 1961 de “Instrumento de sonho”. Em julho do ano passado, Dorian Gray lançou sua antologia em dois volumes.

Atualizado em 24.01.2017

Clique aqui e veja a última entrevista de Dorian Gray Caldas, durante o lançamento da antologia.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários