Morre policial baleado por assaltantes em joalheria de Natal

Publicação: 2017-01-31 15:03:00
O soldado da Polícia Militar Daniel de Oliveira Pessoa, lotado no pelotão de Extremoz, não resistiu aos ferimentos a bala que sofreu durante tentativa de assalto em Natal e morreu, no início da tarde desta terça-feira (31), no setor de politrauma do Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. A informação é da assessoria de imprensa do Hospital Walfredo Gurgel. O PM foi baleado na cabeça, pescoço e nas costas. (Veja vídeo do momento em que PM é alvejado).

saiba mais

Após tentar impedir um assalto a uma joalheria dentro do Partage Norte Shopping, na zona Norte de Natal, o policial militar, que estava à paisana, foi baleado pelas costas por um criminoso que supostamente se passava por segurança do shopping. Depois do crime, os bandidos roubaram a arma do policial e fugiram para destino incerto. O PM foi socorrido ainda com vida para o Clóvis Sarinho.

Ao chegar à unidade, ele recebeu os socorros e havia a tentativa de estabilizar o quadro de saúde, que era considerado gravíssimo devido aos tiros que recebeu. Porém, às 14h40, aproximadamente, o hospital confirmou a morte do policial militar.
Homem foi baleado durante tentativa de assalto em shopping de Natal
Daniel de Oliveira Pessoa tinha 32 anos, era casado, tinha uma filha de um ano e meio e dois enteados.

A Polícia segue na investigação para descobrir o paradeiro dos bandidos responsáveis pelo crime.

O crime

O soldado Daniel Pessoa estava no Partage Norte Shopping no momento em que dois bandidos assaltavam uma joalheria no primeiro piso do shopping. Contudo, o policial percebeu a ação e achou que somente um bandido participava do crime. O outro criminoso, que estava vestido com paletó e gravata, conversou com o policial e parecia dar a indicação sobre o comparsa. Foi quando houve a troca de tiros.

O PM entrou na loja com a arma em punho, enquanto um bandido recolhia as jóias e o outro, de paletó, estava na área externa. Ao tentar render o bandido, o comparsa que estava fora da loja sacou uma pistola e atirou no policial pelas costas, sem dar chance de reação. Foram três disparos, que acertaram a cabeça, o pescoço e as costas.

Em seguida, os bandidos fugiram, levando a arma do policial. Eles saíram em um carro branco, mas ainda não há a confirmação sobre o paradeiro.