Morre policial baleado por assaltantes em joalheria de Natal

Publicação: 2017-01-31 15:03:00 | Comentários: 0
A+ A-
O soldado da Polícia Militar Daniel de Oliveira Pessoa, lotado no pelotão de Extremoz, não resistiu aos ferimentos a bala que sofreu durante tentativa de assalto em Natal e morreu, no início da tarde desta terça-feira (31), no setor de politrauma do Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. A informação é da assessoria de imprensa do Hospital Walfredo Gurgel. O PM foi baleado na cabeça, pescoço e nas costas. (Veja vídeo do momento em que PM é alvejado).

Após tentar impedir um assalto a uma joalheria dentro do Partage Norte Shopping, na zona Norte de Natal, o policial militar, que estava à paisana, foi baleado pelas costas por um criminoso que supostamente se passava por segurança do shopping. Depois do crime, os bandidos roubaram a arma do policial e fugiram para destino incerto. O PM foi socorrido ainda com vida para o Clóvis Sarinho.

Ao chegar à unidade, ele recebeu os socorros e havia a tentativa de estabilizar o quadro de saúde, que era considerado gravíssimo devido aos tiros que recebeu. Porém, às 14h40, aproximadamente, o hospital confirmou a morte do policial militar.
Cedida/WhatsappHomem foi baleado durante tentativa de assalto em shopping de NatalHomem foi baleado durante tentativa de assalto em shopping de Natal

Daniel de Oliveira Pessoa tinha 32 anos, era casado, tinha uma filha de um ano e meio e dois enteados.

A Polícia segue na investigação para descobrir o paradeiro dos bandidos responsáveis pelo crime.

O crime

O soldado Daniel Pessoa estava no Partage Norte Shopping no momento em que dois bandidos assaltavam uma joalheria no primeiro piso do shopping. Contudo, o policial percebeu a ação e achou que somente um bandido participava do crime. O outro criminoso, que estava vestido com paletó e gravata, conversou com o policial e parecia dar a indicação sobre o comparsa. Foi quando houve a troca de tiros.

O PM entrou na loja com a arma em punho, enquanto um bandido recolhia as jóias e o outro, de paletó, estava na área externa. Ao tentar render o bandido, o comparsa que estava fora da loja sacou uma pistola e atirou no policial pelas costas, sem dar chance de reação. Foram três disparos, que acertaram a cabeça, o pescoço e as costas.

Em seguida, os bandidos fugiram, levando a arma do policial. Eles saíram em um carro branco, mas ainda não há a confirmação sobre o paradeiro.


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários