Morte por calazar é confirmada em Pau dos Ferros, no Alto Oeste do RN

Publicação: 2019-05-19 11:07:00 | Comentários: 0
A+ A-
A Secretaria Municipal de Saúde de Pau dos Ferros confirmou na noite deste sábado, 18, que a morte de um homem de 59 anos foi decorrente de Leishmaniose visceral, conhecida também como calazar. Ele esteve internado no Hospital Regional Doutor Cleodon de Carlos Andrade, que fica localizado na cidade. O homem foi a óbito em decorrência das complicações da doença, com falência múltipla de órgãos e infecção generalizada. 
Mosquito
No Brasil, a principal espécie responsável pela transmissão é a Lutzomya longipalpis, conhecida como mosquito palha

Segundo os dados consolidados mais recentes do Ministério da Saúde, 15 pessoas morreram com complicações decorrentes da doença no Rio Grande do Norte em 2016. A Leishmaniose visceral que pode ser transmitido aos humanos pelos animais, principalmente pela picada de fêmeas do inseto infectado. No Brasil, a principal espécie responsável pela transmissão é a Lutzomya longipalpis, conhecida como mosquito palha. Esse mosquito costuma picar cães que, se estiverem infectados, transmitem a doença.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Pau dos Ferros afirmou que não existem outros casos confirmados da doença na cidade. "E mesmo que os positivos confirmarem, ainda assim estaremos na classificação transmitida esporádica", afirmou. "Salientamos ainda, que estamos empenhados em garantir a segurança e a saúde da população em geral, bem como dos cães de nosso município. Pensando na melhor forma de conduzir esta questão em debate e suas implicações, com a elaboração d



continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários