Mossoró sedia Fórum de Desenvolvimento do Semiárido a partir desta quinta-feira

Publicação: 2020-12-02 00:00:00
Mossoró sedia de 3 a 5 deste mês, o Fórum de Desenvolvimento do Semiárido 2020 com 13 eixos temáticos, reunindo agentes públicos, empresas e a sociedade. O evento debaterá temas relevantes, como a água e seu aproveitamento no semiárido, educação, segurança jurídica e fundiária, turismo, meio ambiente, recursos minerais, resíduos sólidos, tecnologia e inovação, transporte e logística. 

Juntos, irão apresentar os problemas e as soluções, para compor um novo Plano de Desenvolvimento do Semiárido (PDS). Todas as proposições e contribuições serão compiladas e levadas a plenária para compor a discussão presencial em Mossoró/RN.  

Nas oficinas presenciais, será elaborado um documento final indicando as políticas e projetos prioritários para cada eixo temático, que será o alicerce do Projeto de Lei de Desenvolvimento do Semiárido a ser elaborado e tramitado no Congresso Nacional sob a coordenação da Frente Parlamentar Mista em Prol do Semiárido.

Um evento interativo, onde todos participam de onde estiverem. O website contém grupos de discussão e proposição com livre participação e oportunidade de lançar suas ideias, indicar problemas e propostas sobre os temas prioritários, e até propor projetos ou políticas públicas que agreguem e contribuam para o desenvolvimento da região

Programação
A programação do evento conta com a participação de autoridades e especialistas, dentre elas, o Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão, que marcará presença na abertura do Fórum. 

O desenvolvimento do Plano de Desenvolvimento do Semiárido (PDS) está em curso e, com a sua implementação, estima-se que um milhão de hectares poderá se beneficiar com a produção irrigada e alta tecnologia, principalmente com a ampliação de fruticultura irrigada, que pode gerar anualmente um valor bruto de R$ 70 bilhões, injetando cerca de R$ 10,5 bilhões em impostos e pelo menos três milhões de empregos diretos. Se agregar alta tecnologia e grandes indústrias, a flutuação de mão de obra pode ser ainda maior.  

Feira de Exposição
Além do Fórum, o evento oferece um pavilhão com Feira de Exposição aberto ao público seguindo os protocolos de segurança devido a pandemia causada pela Covid-19. O espaço terá apresentação de tecnologias de aproveitamento de resíduos sólidos urbanos, produção eólica e solar, produção agrícola em ambiente protegido, dessalinização, serviços e produtos ligados ao desenvolvimento do semiárido e shows culturais.

Mais
Acesse o site