Mostra faz viagem ao Japão do passado

Publicação: 2017-03-18 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Uma viagem ao passado do Japão, conduzida pelas imagens de um dos mais reverenciados diretores de cinema do país. É a proposta da mostra cinematográfica “Jidaigeki: viajando com Kurosawa ao Japão feudal”, realizada pelo Sistema Fecomércio, por meio do Sesc RN.  A mostra estará em Natal de 20 a 25 deste mês, seguindo depois para São Paulo do Potengi (21 a 23/03). Até o final de março, passará por mais duas cidades potiguares. A entrada é gratuita.
Um dos filmes de Kurosawa selecionados da mostra é “Rashomon”, produção 1951
As exibições em Natal serão realizadas no auditório do Sesc Cidade Alta, sempre às 18h30 – com exceção do sábado, que será às 14h. Os filmes escolhidos para a Mostra são “Rashomon” (1951), “Fortaleza escondida” (1960), “Trono manchado de sangue” (1961), “Yojimbo” (1963), “Os sete samurais' (2008) e “Sanjuro” (2014). Os títulos escolhidos para compor a mostra expressam um período de sedimentação da maturidade artística do diretor e homem das artes japonês.

Akira Kurosawa nasceu em 1910 em Tóquio. Em 1943, lançou seu primeiro longa-metragem, Sugata Sanshiro (A Saga do Judô). Após seu primeiro trabalho como diretor, conseguiu emplacar quase um filme por ano, e em 50 anos de profissão (1943 a 1993) ele dirigiu 30 filmes. Se no Japão Kurosawa carregou a marca de ser ocidentalizado demais, no exterior ele revelou um Japão fascinante e historicamente desconhecido. Um país muitas vezes, áspero, violento e rigidamente hierárquico, com personagens disciplinados e fiéis às ricas tradições.

A tendência ocidental de Kurosawa se apresenta mais na sua forma de conceber o cinema, pois é amplamente conhecida a sua fascinação pelo cinema norte-americano e europeu. Porém, em suas temáticas, Kurosawa sempre foi um japonês realizador da cultura e ideologia orientais.(redação do Viver).

Serviço:
Mostra “Jidaigeki: viajando com Kurosawa ao Japão feudal”. De 20 a 25/03 no Sesc Cidade Alta, Centro. Acesso gratuito.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários