"Motivos pessoais", diz empresário que desapareceu em Natal

Publicação: 2014-11-28 15:10:00 | Comentários: 1
A+ A-
O empresário Zuilton Barbosa de Melo, que desapareceu na segunda-feira (24), afirmou que teve motivos pessoais para ficar sem dar notícias à família. Em nota divulgada na tarde desta sexta-feira (28), ele afirmou que não foi vítima de nenhum crime e que já prestou esclarecimentos à polícia.

"O que de fato aconteceu foi a perda de contato com os meus familiares por motivos absolutamente pessoais", disse. No texto, ele agradece a quem ajudou a divulgar o caso e aos órgãos de segurança pública.
Humberto SalesZuilton chegou em Natal nesta sexta-feiraZuilton chegou em Natal nesta sexta-feira

Zuilton havia desaparecido na segunda-feira, quando saiu para caminhar no Parque da Cidade. Sem notícias do empresário, a família registrou o Boletim de Ocorrência e fez buscas em hospitais e no Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep). Ontem, a família anunciou que ele entrou em contato com um sobrinho e havia sido encontrado na região Oeste.

Leia a nota na íntegra:

Eu, Zuilton Barbosa de Melo, esclareço que não fui vítima de nenhum tipo de crime e o que de fato aconteceu no último dia 24 de novembro de 2014, quando fui dado como desaparecido, foi a perda de contato com os meus familiares por motivos absolutamente pessoais, já devidamente esclarecidos, por mim, às autoridades policiais. Tal contato foi restabelecido na manhã desta quinta-feira, dia 27 de novembro.
 
Neste momento já estou de volta ao meu lar e aproveito para agradecer ao empenho de todos aqueles que se envolveram em minhas buscas. Em especial aos órgãos de segurança pública do Estado: Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, e à sociedade civil que utilizou as redes sociais, compartilhando informações que pudessem contribuir com a localização do meu paradeiro. A todos sem exceção o meu agradecimento.
 
Por fim, me sinto no dever de repor a verdade às notícias veiculadas nas redes sociais após a minha localização, no sentido de que tudo não teria passado de uma brincadeira. Sou uma pessoa honrada e respeitada por todos que me conhecem, e jamais brincaria desta maneira, causando tanto sofrimento e angústia aos meus entes queridos. Neste momento de grande alívio por estar de volta ao meu lar, peço encarecidamente que seja respeitada a intimidade da minha família, permitindo que tenhamos plenas condições de nos recuperar deste episódio a que todos, infelizmente, estamos sujeitos a vivenciar. Muito obrigado a todos!
 
Natal/RN, 28 de novembro de 2014
Zuilton Barbosa de Melo


continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários

  • alicialeite

    Esse cidadão devia ser condenado a pagar pelo menos o salário de um dos militares que ao invés de estar dando segurança à população, estava ocupado procurando o corpo de um morto-vivo.