Esportes
MP instaura inquérito sobre incidentes no Nazarenão e cobra reforço no policiamento
Publicado: 15:21:00 - 04/04/2012 Atualizado: 15:23:43 - 04/04/2012
O Ministério Público está endurecendo com as condições de segurança no estádio Nazarenão. Nesta quarta-feira (4), o promotor de Defesa do Consumidor, José Augusto Peres, instaurou inquérito civil para averiguar os problemas no estádio de Goianinha com relação à segurança de torcedores, jogadores e profissionais de imprensa, além de cobrar solicitar providências de policiamento na praça esportiva. América, ABC, Federação Norte-riograndense de Futebol e a Associação dos Cronistas Esportivos do estado serão notificados para prestar esclarecimentos.
Entrada de sinalizadores será investigada pelo Ministério Público e Polícia
Citando matéria da Tribuna do Norte sobre os problemas no clássico, o MP argumentou que recebeu da Polícia Militar um ofício expondo as situações de segurança dentro do estádio. Segundo o MP, foi exposto que, no Nazarenão, há facilidade para que os torcedores atirem objetos contra policiais ou jogadores e que, durante o clássico do fim de março, alguns integrantes da torcida do América deslocaram-se para o alambrado do Estádio e se posicionaram por trás do túnel e banco do ABC, passando a "a ofender aos que ali se encontravam com palavras de baixo calão, ocasionando tumulto, arremessando objetos nos policiais, fazendo uso de fogos de artifícios, além de invadirem a área restrita aos competidores, comprometendo a segurança dos torcedores".

O MP citou o América como parte a que os incidentes foram atribuídos e, por isso, vai notificar a FNF para que forneça a súmula do jogo em até 10 dias; o ABC, para que relate eventuais incidentes dos quais tenham sido vítimas os atletas, empregados, dirigentes ou torcedores; além do próprio América, para que também relate os fatos que os dirigentes presenciaram. Na parte disciplinar desportiva, o MP determinou o encaminhamento de cópia do ofício da Polícia Militar para o Tribunal de Justiça Desportiva para que tome as medidas cabíveis. Porém, as ações não ficaram por aí.
Promotor José Augusto Peres vai apurar incidentes no clássico no Nazarenão
O Ministério Público requisitou ao comandante geral da Polícia Militar do estado, cel. Francisco Canindé de Araújo Silva, reforço no policiamente no Nazarenão durante os dias de jogos de maior torcida ou rivalidade, principalmente nas proximidades dos túneis e bancos das equipes adversárias dos mandantes das partidas e nas proximidades das cabines de imprensa. Além disso, solicitou maior fiscalização na entrada de todos os torcedores ao estádio, sendo dirigentes ou não. A medida visa impedir que fogos de artifício entre no estádio, o que poderia ter ocorrido através de entrada onde não houve a revista adequada.
 
Ainda à Polícia Militar, o MP solicitou "com urgência" a elaboração de novo laudo de segurança do estádio, "de modo a assegurar maior segurança aos torcedores e profissionais que estiverem exercendo seus misteres no estádio Nazarenão, tendo em vista as afirmações feitas pelo Comandante do BPChoque".

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte