Mulher é resgatada após ser mantida em cárcere privado por dois meses

Publicação: 2018-09-14 09:32:00 | Comentários: 0
A+ A-
Uma mulher que estava em cárcere privado há dois meses foi resgatada pela Polícia Militar na noite desta quinta-feira (13) dentro de casa no bairro Planalto, Zona Oeste de Natal. De acordo com a Força Tática da PM que foi até o local, o companheiro da vítima identificado como Maxsuel Dantas de Araújo, de 22 anos, mantinha ela em cárcere e a agredia constantemente. No corpo da mulher era possível ver hematomas, sinais das agressões sofridas.

Segundo a vítima, ela foi obrigada a deixar o emprego e impedida de manter contato com a família e  amigos. O casal estava junto há quatro meses e a partir do segundo mês as agressões começaram, junto a isso, o cárcere. Os policiais chegaram ao endereço após denúncia feita à Central de Atendimento à Mulher pelo número 180. Na residência, os policiais puderam constatar as marcas de violência.

Durante entrevista à InterTv na Delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal, a vítima relatou que o companheiro tinha ciúmes e que ela sofreu muitas agressões. "Ele me dava murros, puxava meu cabelo, me empurrava, não podia falar com meus amigos". 

A Polícia informou que moradores da localidade ouviam, algumas vezes, gritos e pedidos de socorro da vítima. Dentro do imóvel, foi apreendido com o homem uma quantidade de drogas e material para embalagem da substância, configurando tráfico de drogas. Ele já havia sido preso em outra ocasião durante uma operação do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) por porte ilegal de armas de fogo.

O acusado vai responder pelos crimes de cárcere privado, violência contra a mulher e tráfico de drogas.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários