Mundial inicia com Vettel indeciso

Publicação: 2020-07-03 00:00:00
A+ A-
O piloto alemão Sebastian Vettel revelou, nesta quinta-feira, na Áustria, onde acontece no domingo a primeira corrida de Fórmula 1 da temporada, que está preparado para se aposentar, se ele não receber uma oferta convincente para 2021. O quatro vezes campeão deixará a Ferrari no final do ano, após não ter seu contrato renovado.

Créditos: Arquivo TNVettel ficou surpreso com o desinteresse da Ferrari em renovarVettel ficou surpreso com o desinteresse da Ferrari em renovar


"Quero ter certeza de tomar a decisão certa para mim e para o meu futuro. Eu tenho uma natureza muito competitiva. Eu consegui muito no esporte e estou motivado e disposto a alcançar mais", afirmou o piloto, que completa 33 anos nesta sexta-feira. "Para fazer isso eu preciso do pacote certo e das pessoas certas ao meu redor, então é isso que eu estou procurando para o momento. Se surgir a oportunidade certa, então eu acho que fica bem claro Se não for esse o caso, provavelmente tenho que procurar algo mais."

Ao contrário do bicampeão Fernando Alonso, que está aberto a um retorno à F-1 na próxima temporada depois de sair em 2018, Vettel disse que sua possível saída não será temporária. "Tenho a convicção de que, se você estiver preparado para fechar a porta, então deve estar preparado para fechar a porta e não esperar que ela se abra novamente. Você precisa estar ciente da decisão que está tomando. Por isso, eu não estou tomando atitudes rápidas. As próximas semanas e meses provavelmente trarão um pouco mais de clareza."

Uma opção possível para Vettel é a equipe Renault, que está perdendo o australiano Daniel Ricciardo para a McLaren no próximo ano. A outra alternativa, aparentemente improvável, é que o alemão substitua o finlandês Valtteri Bottas ou o seis vezes campeão Lewis Hamilton na Mercedes. Ambos ficarão sem contrato no final da atual temporada.